Violência doméstica: 4 anos passados, Ivandra Longa continua a exigir justiça

Por: Laércia Valeriana Insali

Vítima de despejo de água quente, apelou esta sexta-feira 29/10/2021 ao governo, junto do Ministério da Justiça a agir com severidade no processo judicial sobre o seu caso.

Ivandra Agostinho Longa, falava durante a jornada de divulgação sobre direitos dos trabalhadores domésticos, instituída em homenagem a sua pessoa.

Segundo a menina, desde 2018 até agora a justiça não foi feita e continua sentir algumas dores que a dificulta no movimento durante o dia.


“ A justiça não foi feita e as autoridades judiciais não pronunciaram nada até agora. Continuo a sentir dores, principalmente nos olhos, não consigo ver bem durante o dia por causa do sol”

Ainda a vítima explicou que já foi expulsa da escola devido as complicações que porta na vista.


“ Fui expulsa da escola devido meus problemas nos olhos, e a minha família não tem condições de continuar a pagar os tratamentos “, explicou.

De relembrar que, a adolescente Ivandra Agostinho foi vítima de violência doméstica pela dona de casa onde trabalhava, de nome Terezinha Gomes Correia, por despejo de água quente desde Outubro de 2018.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: