UNTG qualifica de ‘dramático’ a situação atual dos trabalhadores

Por: Martinho Mendes

A União Nacional dos Trabalhadores da Guiné (UNTG), considerou esta sexta-feira, 09-08-2021, dramático e sufocante atual momento da classe trabalhadora guineense.

Para pôr cobro a situação, a central sindical decidiu agendar para dia 14 e 28 do mês corrente as manifestações pacíficas antecipando as celebrações de 03 de agosto dia nacional dos trabalhadores da Guiné-Bissau.

O presidente da comissão organizadora Iacer Turé falava em conferência de imprensa realizada na sede da própria organização sindical.

Turé define a manifestação como recurso para transmitir aos governantes os seus desagrados.

De acordo com Iacer Turé foram realizadas até aqui várias manifestações, vigílias mas não resultaram em nada, por isso, o sindicalista pediu o envolvimento de toda classe trabalhadora para fazer valer os seus direitos.

Na mesma ocasião, o porta-voz da comissão organizadora da jornada Malam Indjai disse que, o país vive numa crise total onde dívidas públicas transcendem 79 porcento salientou que atual momento vivido justifica a realização da manifestação para contornar a situação.

Por outro lado, Indjai fez saber que a organização sindical está disponível para negociar com o executivo convista a pôr fim à onda de greve na administração pública.

O país regista sua oitava vaga consecutiva de greves com maior impacto no sector de saúde e da educação.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: