UNTG prevê nova vaga de greve para dia 12 a 31 de Outubro

Por: Laércia Valeriana Insali

União Nacional dos Trabalhadores da Guiné-Bissau, entregou esta quinta-feira 07/10/2021 novo pré-aviso de greve ao governo.

O Central Sindical exige mais de dezassete pontos, dentre eles o pagamento das dívidas que o estado da Guiné-Bissau contraiu com os servidores públicos. Pagamento de dívidas salariais de 2003 a 2019 aos professores, conclusão de pagamento dos retroactivos aos professores requalificados, devolução de horário aos professores que foram objetos de substituidos, conclusão dos processos de efectivação e entre outros.

Pontos das reevendicações baseados por setor:

Conforme o documento, as exigências do setor de Saúde pública contém mais de dez alíneas, entre eles o pagamento de 9 meses aos novos ingressos 2021, aprovação imediata das carreiras de técnicos de Saúde no Conselho dos Ministros e na ANP no mês de Novembro de 2021, pagamento dos 25 meses aos Técnicos que estavam afetos aos serviços dos Médicos Sem Fronteiras.

Relativamente as do Ministério das Finanças, desbloquear salários dos 489 funcionários do Ministério das Finanças e 64 funcionários de MEPIR que em Junho, Julho e Agosto de 2020 e de Janeiro a Setembro de 2021 aderiram a greve. Repor descontos feitos nos salários dos funcionários que aderiram a greve.

Por outro lado, os Sindicalistas advertem que em caso não forem cumpridas as exigências nos pontos referenciados, vão proceder com a paralisação na função pública, garantindo serviço mínimo nos setores julgados importantes e úteis para Soberania Nacional caso os funcionários tiveram meios financeiros para locomover ou com base na negociação com o Governo.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: