Sindicato de Base de Ministério dos transportes e comunicações acusa ministro de má gestão dos recursos do Ministério

Em conferência de imprensa realizada esta segunda-feira, 07 de dezembro de 2020, na sede da Confederação Geral de Sindicatos Independentes da Guiné-Bissau ( CGSI-GB/CS ), em Bissau.

O Presidente do comitê sindical de base, António Santana Orindo, falou de uma dívida salarial mais de trinta messes com funcionários do Ministério dos transportes e comunicações

“funcionários atravessam situações difíceis em vários domínios desde, falta de condições de trabalho, de transporte pessoal, má gestão da coisa pública e a falta de pagamento de mais de trinta messes de incentivo de efectivos e salário de contatados o facto que nos remete a paralisar os serviços do ministério dos transportes e comunicações a partir desta terça-feira”.

Ainda António afirma que está na agenda do atual Ministro dos transportes e comunicações de expulsar os funcionários contratados que trabalham há mais de dez anos no ministério, em detrimento das pessoas traduzidas por ele, isolando aos quadros e Técnicos efectivos do Ministério.

Apesar dos quatros principais pontos em reivindicações o comitê sindical de base garante que está aberto ao diálogo sincero e convista a encontrar saida satisfatória.

Greve terá duração de três dias a contar a partir de zero horas de terça-feira 08 de dezembro a zero horas do dia dez de dezembro de 2020.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x