Seleção nacional feminina pode falhar as eliminatórias para mundial Costa Rica 2022.

Por: Cintia Ross Dayves

As preocupações da responsável máxima para areia de futebol feminina foram tornadas públicas esta terça-feira, 28-09-2021, em conferência de imprensa dada ausência no encontro com a seleção feminina gabonesa da sub 20 no Gabão referente a fase de eliminatória para mundial a realizar em Casta Rica.

Leopoldina Ross Dayves disse que, já foram feitas todas as diligências salientando que os jogadores treinaram e o jogo estava marcado para o dia 25 deste mês.

“A Guiné-Bissau tinha um jogo com Gabão marcado para dia 25 do mês corrente, devido problemas de deslocação da turma nacional, não foi possível realizar o jogo”, disse a responsável salientando que o comité executivo e a secretaria geral fizeram de tudo junto da CAF e Federação gabonesa, pedindo o adiamento do jogo que devia ser realizado na data marcada, mas autoridades desportivas do Gabão recusaram alegando que só permitiam a entrada no seu território mediante a vacina contra covid-19.

Leopoldina informou ainda que, as jogadoras guineenses na sua maioria são menores de 18 anos segunda ela com essa idade a lei guineense não permite a vacinação contra covid-19.

A responsável garantiu por outro lado que, a seleção feminina guineense não vai ficar fora da competição nem os pontos foram perdidos porque a Confederação Africana de Futebol CAF, foram informada com antecedência.

Guiné-Bissau joga a segunda jornada com seu congênere da Mauritânia no dia 20 de Outubro e 26 em Bissau próximo para fase eliminatória para o mundial feminino a realizar-se na Costa Rica.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: