SEJD admite que a sociedade guineense é composta de tradições que não concorrem a liberdade da mulher

O Secretário de Estado da Juventude e Desporto Florentino Dias, admitiu que a sociedade guineense é composta de diversas tradições que muitas vezes não concorrem a liberdade da mulher.

” A sociedade guineense é composta de diversas tradições que muitas vezes não concorrem a liberdade da mulher, daí que os líderes religiosos e tradicionais podem desempenhar um papel importante na transformação do pensamento da sociedade porque têm uma autoridade social inquestionável ” Disse

Florentino Dias, falava no ato de encerramento ontem, do encontro nacional dos líderes tradicionais e religiosos sobre a mitigação de barreiras culturais e sociais ao empoderamento das meninas. Uma iniciativa da Rede Nacional de Jovens e Mulheres Líderes da Guiné-Bissau (RENAJELF-GB).

Na ocasião, Florentino Dias, assegura que Governo encoraja interceção entre a sociedade formal e não formal, tendo realçado o papel do poder tradicional e religioso no processo de mudança de mentalidade nos lugares mais longínquos da sociedade.

” Para fazer mudanças nos lugares mais longínquos é imperativo colaboração do Poder Tradicional e Religioso. Quem ingnorar esse facto, certamente que não vai conseguir o resultado desejado ” Afirma

O encontro que teve lugar numa das unidades hoteleiras de Bissau, vem no quadro da campanha de revisão de agenda Beijing+25, para mobilizar, convocar e liderar o engajamento das mulheres africanas, meninas e pessoas não-binárias implementada até Junho de 2021.

Em nome do Poder Tradicional Augusto Fernandes, manifesta total abertura e colaboração por parte dos régulos apelando aos seus representados que multipliquem as recomendações saídas do encontro junto das suas comunidades.

Dentre as recomendações saídas do encontro, os participantes repudiam todas as formas de discriminação, violação dos direitos humanos, práticas nefastas e demais barreiras fundadas em qualquer tradição e que afeta direta ou indiretamente os direitos sociais, culturais, económicos e políticos das mulheres e meninas no seio da família, Comunidade e sociedade a que pertence.

Garantir a representação, participação e desempenho de papéis ativos das mulheres (as jovens adultas) na estrutura de gestão fundiária locais.

Garantir a educação social e financeira e sanitária das meninas e não politização das ações conjuntas de atitudes comportamentais para a promoção credível dos direitos das mulheres nas comunidades.

RENAJELF-GB é uma organização que congrega meninas e líderes que trabalha na promoção dos direitos da mulher e implementação de leis e políticas em favor do status social e empoderamento das meninas

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: