rodovia Quelelé / Bor: corredor da morte

Por: Epifania Correia Gomes

Desde final da sua obra, a estrada que liga Quelele-Bôr acidentes nao param de se contar, nas localidades um pouco mais movimentados do Bairro de Bôr, mercado e escolas, disse esta quinta-feira  05.05.2022, O vice-presidente do coletivo de líder de ativistas de Bôr para acção, Mussa Cassama durante uma conferência de imprensa.

“ Desde inicio da construção da estrada morreram cinco pessoas, e muitos estão internados nos hospitais e estão na fase da recuperação, e nós enquanto jovens estamos comovidos com essa situação” disse.

Ainda Mussa, apela aos condutores no sentido de atenuarem a velocidade para poder evitar as perdas da vida humana, contudo  disse que a sua organização emitiu na semana passada uma carta de pedido de audiência com o diretor  de viação no sentido de poder analizar melhor qual será alternativa para evitar eventuais perda humana, como caso de sinalização nas estradas ou colocação dos quebra- molas nos lugares mais movimentados e que até agora não receberam retorno por parte da viação. Por outro lado pede a colocação de polícia de trânsito na estrada para diminuir os acidentes.

Para a vendedora do mercado de Bôr, Maimuna Baldé, pede a viação no sentido de colocar a sinalização para evitar as perdas humanas, alegando que ultimamente só se fala de morte de viação no Bairro de Bôr.

Por seu lado o cidadão guineense Maurício da Silva disse “ é muito triste o que está a acontecer na estrada que liga Quelelé e Bôr última só falamos das perdas humanas que é providos pela acidente de viação e muito lamentável, exigimos que as nossas autoridades nos colocar quebra-mola é demais tanto sofrimento por uma coisa que pode ser evitada” Frisou  Maurício  da Silva.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: