PTG aponta mãos oculta de alguns políticos no assalto a sede de governo e congratula-se com vinda das forças da CEDEAO

Por: Martinho Mendes

O partido dos trabalhadores guineenses( PTG) denunciou esta sexta-feira, 04-02-2022, a existência de mãos ocultas de alguns partidos políticos na tentativa de golpe de Estado contra o presidente da república Umaro Sissoco Embaló e os membros do governo.

A denúncia foi feita pelo Secretário-geral do partido, a saída do encontro de solidariedade com Umaro Sissoco Embaló, na sequência da tentativa de subversão da ordem constitucional perpetuada por um grupo de pessoas ainda por identiicar.

Saliu Djaló, condena veementemente o ato que considerou de cobarde e reafirma a luta do seu partido na defesa da democracia na Guine-Bissau.

“A recente história no país demostra-nos que há pessoas que se contestaram com ocorrido sobre tudo a mãos ocultas de alguns partidos políticos” disse.

O político diz que, Umaro Sissoco Embaló foi eleito para o mais alto cargo do país pela maioria do povo guineense.

Questionado sobre a posição da CEDEAO de enviar militares ao país para assegurarem as instituições da República, Saliu Djaló congratula-se.

“Pensamos que a CEDEAO deve jogar um papel muito decisivo e concreto e, se a vinda de tropas é para garantir a segurança é bem-vindo”, conclui Djaló.

Entretanto, Umaro Sissoco Embaló recebeu também a direção de APU-PDGB, que pediu abertura de um inquérito a tentativa de golpe de Estado.

Falando a imprensa, Augusto Gomes atual ministro da cultura e dos desportos disse que, este tipo de atos não devem acontecer na era da democracia.

“Encorajamos o presidente da república no sentido de como ja fez instar ministério público abertura do processo de inquérito eficaz convista a esclarecer as circunstâncias em que esse barbaro ato foi preparado e traduzir a justiça os autores”, vincou.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: