Processo de desenvolvimento da região insular depender da concessão do estatuto autónoma e Administrativo

O desenvolvimento da região de Bolama Bijagós vai depender da concessão do estatuto autónoma e Administrativa por isso, deve merecer atenção das autoridades nacionais devido a sua característica particular.

Afirmou ontem, 19 de janeiro de 2021, o secretário Geral da Assembleia Nacional Popular, no acto de enceramento do 1° clico de conferências no âmbito do projeto região insular autónoma que decorreu entre os dias 18 e 19 do mês em curso na sala de plenária da Assembleia Nacional Popular.

José Carlos Rodrigues da Fonseca, disse ainda que é importante a concessão do estatuto autonomia da região insular sendo uma forma de promover mais o processo de desenvolvimento sustentável e melhoria da qualidade de vida das populações da Zona.

É necessario realizar estudos necessários e debates alargadas com populares da zona como forma de garantir resultado mais adequado e concisa e, apela ainda o respeito da identidade cultural do povo do arquipélago.

José da Fonseca, incentivou ainda a comissão eventual para o estudo e elaboração do projeto para autonomia política e administrativa da região insular liderado pelo deputado Francisco Conduto De Pina, o maior empenho na elaboração do diploma legal sobre o estatuto da autonomia e consequente a sua aprovação no hemiciclo guineense.

Refere-se que dois dias de ciclo de conferências contou com a presença dos deputados da nação, a sociedade civil alguns corpos diplomáticos acreditados no país assim como investigadores e acadêmicos nacionais e internacionais.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

Ligue-nos

Share on Social Media
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x