Presidente ucraniano apela à UE a parar o “comércio” com a Rússia

in-AFP

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky apelou na segunda-feira à União Europeia, e em particular à Alemanha, para parar todo o “comércio” com a Rússia, incluindo a recusa dos seus recursos energéticos, num vídeo sobre Telegrama.

“Não há euros para os ocupantes, fechem todos os vossos portos a eles, não lhes enviem os vossos bens, recusem os recursos energéticos”, implorou o presidente ucraniano. “Sem comércio consigo, sem as suas empresas e bancos, a Rússia não terá dinheiro para esta guerra”, acrescentou ele.

O seu discurso coincidiu com uma reunião dos ministros dos negócios estrangeiros e da defesa da UE em Bruxelas na segunda-feira para discutir possíveis novas sanções contra Moscovo, quase um mês após o início da invasão russa a 24 de Fevereiro.

Os europeus, que são fortemente dependentes dos hidrocarbonetos russos, têm até agora excluído sancionar este sector, que é muito importante para a economia da Rússia.

“Por favor não patrocine as armas de guerra deste país, da Rússia”, disse o Sr. Zelensky, antes de se dirigir directamente aos alemães: “Vocês têm a força, a Europa tem a força”, disse ele.

A Alemanha tem sido criticada por se opor a um embargo imediato aos hidrocarbonetos russos, do qual está fortemente dependente.

O Kremlin disse na segunda-feira que um potencial embargo da UE ao petróleo russo iria atingir “todos”.

Teria “uma influência muito séria no mercado mundial do petróleo, uma influência negativa no mercado da energia na Europa. Mas os americanos não vão perder nada, isso é óbvio”, disse Dmitry Peskov, o porta-voz presidencial russo.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: