Presidente da CNJ considera lamentável que juventude guineense não tenha acesso à educação e saúde de qualidade

Por: Lijunira Liberal Nancassa

Comemora-se hoje 12 de Agosto em todo mundo dia internacional da juventude à data foi criada em 12 de Agosto de 1999 pelas Nações Unidas, neste ambito o conselho nacional da juventude realizou hoje 12-08-2021, um encontro com as redes juvenis do país para celebrar a data sob lema sistemas alimentares transformadoras, inovação juvenil para saúde humana e planetário.

Na ocasião o secretário de Estado da juventude e desporto Florentino Fernando Dias disse que, governo tem consciência dos desafios em relação à juventude por isso está  adaptar para melhor responder as preocupações atuais da nossa juventude, nos últimos anos foi criado agência de empreendedorismo juvenil que está a trabalhar com as instituições que trabalham no domínio de emprego sobretudo função pública para  colocar a juventude no centro das decisões e combater o desemprego.

“Temos dito que desemprego jovem é uma preocupação nacional de modo que a juventude está nos programas sectoriais porque acreditamos que não se pode desenvolver este país sem a melhoria de qualidade de vida dos guineenses sobretudo da juventude porque representa o essencial da população e é grupo mas importante em termos numéricos, resilientes e tem que ser emponderadas quer política, social e económica para permitir sua participação  nas tomadas de decisão”, afirmou.

Florentino Fernando Dias ainda salientou que, governo está a trabalhar no sentido garantir o regresso d os professores as salas de aulas,” estão em perspetivas construções de centros de formação técnicas profissionais porque a juventude tem de estar formada”. garantiu o titular da pasta de juventude

Por outro lado Presidente do Conselho nacional da juventude Aissato Forbs Djalo disse que, não é exagerado dizer que a Guiné-Bissau é o país dos jovens, investir na educação, consciencialização e na capacidade da juventude é um imperativo que todos os responsáveis políticos devem cumprir na governação de todos os sectores, políticas públicas de serviços aos nossos cidadãos.

“Atualmente a juventude guineense enfrentam muitos desafios como a fraca participação nos espaços da tomada de decisão, sendo praticamente impossíveis estarem no topo, desempenho jovem, aumento de doenças de transmissão sexual, a toxico dependência, fraco acesso ao ensino superior, migração clandestina, mutilação genital feminina e o pior é que os jovens continuam cada vez mais pobre dos pobre”, afirmou.

no mesmo contexto a CAP-GB  conversou com alguns jovens changemakers (influenciadores) alusivo a data, quais sao os desafios dos jovens para com o meio onde estao inseridos e vice-versa na sua opiniao Clarice Lima defende que a juventude deve cuidar de suas caminhadas  preparar a prosperidade da sua  nação.  salientando que se a parte governadora tem falhado muito no que diz respeito a educação em todos os aspectos, oportunidades de desenvolvimento e aplicação  do potencial juvenil em benefício da geração presente e futura os atuais devem lutar para virar a paradigma.

Clarice Lima

“é  uma data no calendario dedicado para celebrar uma das fases mais bonitas da vida significa algo mais que bonito e gratificante sendo jovem”, salientando que o dia de hoje requer uma reflexão sobre as andanças até aqui, a celebração das lutas travadas e vencidas e a prospecção de novas conquistas no horizonte. “ juventude é uma fase que a natureza nos impõe e  vive-la plenamente é a escolha que nós temos”. finalizou

Para Saibana Baldé coordenador da ONG  TCHINTCHOR  dia mundial da juventude enquadra-se no domínio das celebrações simbólicas e visa alertar dirigentes sobre importância da juventude e os dividendos no desenvolvimento do país.

Saibana Baldé

“O Estado deve cumprir cabalmente com aquilo que está plasmado na Constituição da República e demais leis e Tratados Internacionais com os quais comprometeu-se. O Estado, através dos dirigentes máximos, devem entender que a juventude representa presente e futuro do país. Deve ser garantida condições para que os jovens possam atingir e expressar o máximo das suas potencialidades”.

este lider ainda lançou um repto aos jovens “cabe nos saber assumir as nossas responsabilidades e ser essa camada da mudança através de uma postura crítica construtiva e cidadania responsável”. terminou

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: