Presidente da Aliança para República considera de alarmante a situação política na Guiné-Bissau

Por: Lijunira L Nancassa

As observações de Mamadú Iaia Djaló, foram registadas esta quarta-feira, 11-08-2021, durante entrega ao supremo tribunal de justiça (STJ), do requerimento do congresso ordinário do partido na qual lamentou sobre a atual situação política do país.

O político afirma que, Umaro Sissoco Embalo não tem condições para concorrer segundo mandato sustentando que este não está a resolver problemas dos cidadãos.

Djaló considera que Sissoco tomou posse por via de força por não ter aguardado a desfecho final do contencioso eleitoral por parte do supremo tribunal da justiça.

“Nós deixamos de apoiar Umaro Sissoco Embaló porque Guiné-Bissau é um país democrático e não vamos apoiar ilegalidades” afirmou ainda que, os direitos reservados aos cidadãos estão a ser violados na Guiné-Bissau.

O líder do Partido da aliança para república pediu políticos a absterem-se de discursos da tendência tribal.

Mamadú Iaia Djaló foi reconduzido a liderança do partido no congresso ordinário do partido realizada na cidade de Gabú leste da Guiné-Bissau.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: