Posse de terra: A justiça deve funcionar antes que seja tarde

Por: Ussumane Baldé

A comissão de compradores de terreno sito no bairro de NDAM TETÉ responsabiliza o presidente da CMB pelas futuras consequências no que toca com as vendas e apropriação dos terrenos e exorta a câmara de assumir as suas responsabilidades em busca de consensos mútuas.

Declarações foram prestadas na manhã desta quinta-feira,31-03-2022, pelo porta voz dos comparadores em causa, Aladje Sonco, numa conferência de imprensa realizada naquela localidade, apontando o presidente da câmara municipal de Bissau Luís Simão intchama de estar apoiar pessoas que estão a vender terrenos de forma ilegal, sublinhando que enquanto pertencentes da localidade não vão desistir do espaço e qualquer acontecimento cabe Intchama assumir responsabilidades junto ao autoridade nacional.

“Este problema deve ser resolvido antes que seja tarde, próprio presidente da CMB não está a facilitar e a justiça está calada”.

Sonco, ainda disse que houve uma providência cautelar que impedia a construção da obra naquela localidade enquanto se procurava solução, facto que não está a ser verificada porque as obras estão em curso e sem pronunciamento da parte das autoridades, face esta situação a comissão de compradores ameaçam também avançar com suas obras esperando a reação.

“Agora todo mundo esqueceu daquela providência cautelar nós também vamos fazer a nossa parte esperando a reação de quem for”.

Uma das vítimas, António Lopes Ferreira alertou que o problema em causa poderá agravar pior do que aconteceu em Nhoma onde teve mortos e feridos numa situação que começou identico ao que vivemos hoje.

“Autoridades devem contribuir para que haja solução se não, poderá ser igual ou mais terrível que o caso da Nhoma”.

De acordo com o porta voz do grupo, Aladje Sonco, problema em causa refere-se aproximadamente a 700 talhões e mais de 300 compradores e cada terreno pertence duas ou mais pessoas facto que é considerada inaceitável pelo grupo da família António Lopes.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: