Política: Sissoco diz que opõe-se a perseguição “ilegal” contra Aristides Gomes

Por: Ussumane Baldé

O Presidente da República afirmou esta quarta-feira 04/01/2023, que o ex-primeiro-ministro e dirigente do partido Africano para Independência da Guiné e Cabo-Verde “PAIGC” só pode ser preso a mando da justiça com provas concretas e não por interesse pessoal.

Chefe de Estado deu garantias no encontro com os jornalistas, que enquanto figura “número um” do país não vai permitir perseguições fora de lei a ex-primeiro-ministro, contrariando todas as especulações a volta da situação ocorrido no ilhéu de gardete a quando do X° congresso nacional do partido.

“Palavras que tive com o presidente do PAIGC Domingos Simões Pereira informei-lhe que não há perseguição contra o Aristides ou se vejamos, no dia do congresso fui eu a mandar retirar de imediato o grupo das pessoas que o tentavam capturar porque não faz sentido, existe Tribunais para tal”, disse Embaló.

Ainda Embaló, considerou de “ato isolado” os últimos raptos e espancamentos registados no país, prometendo junto do executivo liderado pelo Eng° Nuno Gomes Nabiam fazer de tudo para diminuição do fenómeno a nível nacional.

Sissoco, sublinhou que ambiciona este ano investir nas escolas de formação, lutar contra corrupção e nepotismo no aparelho de estado. Anunciando construção de um hospital de referência em Bissau com apoio do Emirates Árabes Unidos.

“Como sendo prioridade da governação, o país vai beneficiar de um hospital de referência para o bem da nossa população, também vamos modificar as escolas de formação dos professores”

Por outro lado, proferiu que o país revolucionou muito na senda política internacional fato que contribuiu muito em Guiné-Bissau liderar a CEDEAO.

Por fim, Presidente da República da Guiné-Bissau Umaro Sissoco Embaló, considerou de positivo o ano 2022, comprometendo usar sua magistratura para que reine paz e estabilidade no solo de Amílcar Lopes Cabral.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: