POLITÍCA: GUINE BISSAU TORNOU SE NUM PAÍS DE VIOLACÃO SISTEMATICA DOS DITREITOS HUMANOS .

Atual regime instalado no país intensifica a caça as “bruxas” contra os militantes e dirigentes do PAIGC afirmou um dos advogados.

Em reacção, a detenção ontem Suleimane Seide antigo Secretário de Estado de Tesouro do Governo de Aristides Gomes, por aparato policial da 2ª Esquadra, na sua casa em Bissau, perante a família.

Falando esta manha 21-08-2020 a imprensa, Suleimane Cassamá, um dos advogados do PAIGC, considera de ilegal a detenção, que segundo ele não passa de uma perseguição política e o ajuste de contas que alguns dirigentes do partido estão a ser alvos pelo actual regime.

O advogado, sustenta que a acusação do Ministério do Interior não tem fundamentos, uma vez que o seu constituinte tem na sua posse os documentos que comprovam a entrega da viatura ao então Ministro da Justiça “Iaia Djaló” que segundo o advogado, Djaló confirmou as forças polícias, que tinha recebido o carro enquanto ministro do Governo demitido de Aristides Gomes, baseando nos procedimentos legais.
por outro lado, o advogado acusou fortemente o actual ministro do Interior de estar atrás da detenção do dirigente do partido porque tem a intenção de o ver preso, sustentando ainda que, a detenção de Suleimane Seidi, está ligada com as exigências feita enquanto Secretario de Estado de Tesouro à Botche Candé para devolver, o dinheiro da peregrinação de 2018, que ronda cerca de um bilião de francos Cfa, a cofre Estado.

Entretanto, segundo uma fonte ligada ao Ministério do Interior, o assunto vai ser encaminhado ainda hoje, para o Ministério Público.

O antigo Secretário de Estado de Tesouro foi ouvido hoje, no Ministério Público sobre uma das viaturas de Estado na sua posse, do então, executivo liderado por Aristides Gomes.

Em reação Suleimane Cassamá disse que, o caso vai ser idêntico a de Armando Correia Dias, vulgo “NDinho” e demais casos que, levaram a detenção de alguns militantes e dirigentes do Partido Africano para independência da Guiné e Cabo-Verde, começando por citar “ se fosse eu no lugar do ministério de interior ia mandar soltar Suleimane Seide imediatamente, porque não reúne condições de reencaminhar para o ministério publico, por razoes muito simples, de existir provas que pesam sobre acusação que esta a ser alvo, sendo isto não tem motivos de sentar no banco de réus para ser ouvido, muito menos manter-lhe.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x