Pescas: Governo afirma que estão reúnidas condições para abastecer o mercado e exportar o pescado

Por: Ussumane Baldé

Nuno Gomes Nabiam,visitou está sexta-feira,11-03-2022, as infraestruturas das pescas em alto bandim, para constatar em louco os trabalhos que está a ser feita naquela unidade portuário.

De acordo com as explicações dos técnicos que estão acompanhar o desenrolar do trabalho, o projeto está muito avançado,por isso,o país estará na altura de exportar os peixes, sobretudo para os países vizinhos,.

“até final do mês do junho ou julho acaba o trabalho, e antes do final do ano, vamos começar exportar os peixes”.

Chefe do governo ainda, referiu que, governo quer implementar uma nova dinâmica assente no investimento e concretização dos projetos, “estamos empenhados na nova maneira de trabalhar e realizações dos projetos, aliás, nas próximas semanas, vamos lançar a pedra de as obras de amelhoração das vias de Bissau”.

Nabiam,afirmou que,o projeto que está a ser conduzido pela empresa chinesa, está na base de cooperação entre dois países.

“a obra está e ser gerida por empresa chinesa,por cooperação que temos”.

De acordo com as explicações de Nabian a obra em curso permitirá atracagem mais segura dos navios com combustíveis para abastecimento.

“com esta obra teremos mais números dos navios com combustíveis para abastecimento do mercado, dantes o ponto era de madeira, que dificultava muito”.

Nuno Gomes Nabian deixoi conselhos sobre a importancia de deixar um legado positivo “se realizarmos bons projetos, continuaremos merecer confiança do povo”.

Comentando o crise na europa de leste entre a Russia e Ucrania e possível crise do combustível no mundo,por causa da invasão o primeiro ministro,frisou que o país só tem a reserva de pouco mais de um mês e quinze dias.

“reserva que temos é do quarenta e cinco dias”,no que diz respeito a fiscalização do mar, Nabiam disse que o fiscap tem toda as condições necessárias para trabalhar, “fiscap tem laboratórios técnicos e componente para fiscalizar,tem satélite para constatar os navios no mar”.

De acordo com os dados avançados por chefe do executivo guinnense face a obra que está em curso nas pescas,o país vai ter laboratório de pesca que prepara e certifique o pescado para a sua exportação, tratamento do pescado dos seiscentos toneladas de armazenamento e balcão de tratamento de peixe de vinte toneladas diário,e como empregar três mil e quinhentos trabalhadores.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: