Partido da Unidade Nacional condena as medidas restritivas impostas pelo governo

POR: Ussumane Baldé

O líder do partido da unidade nacional (PUN), acusou todas as lideranças políticas do país de terem dado maus exemplos na luta contra covid-19, tendo responsabilizado o ministério do interior como principal propagador da covid-19 na Guiné-Bissau.

Idriça Djaló, falava esta quarta-feira, 01-09-2021, em conferência de imprensa na sede do partido face aos acontecimentos registadas desde o início do Estado de calamidade em vigor no país.

O político afirma que, país registou aumento das violações abusiva dos direitos humanos lamentando a presença das forças de defesa e segurança nas ruas, “é como se a Guiné-Bissau estivesse em conflito militar”.

Djaló criticou o silêncio do chefe do governo Nuno Gomes Nabiam em relação a situação da doença é insta as autoridades a promoverem um debate nacional em como recolher as opiniões que possam contribuir a travar a propagação do vírus na Guiné-Bissau.

Por outro lado, o político questionou sobre os fundos doado pelos parceiros da Guiné-Bissau na luta contra pandemia e lembra que tais fundos podiam ser canalizados para a camada mais vulneráveis.

Por fim o líder do PUN apela a adesão da população a vacina em diferentes postos de vacinação do país.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: