Pano de Pente: cerca de cem modelos será submetido a proteção à nível da organização Africana da propriedade intelectual.

Anuncie connosco

Por: Epifania Correia Gomes

Garantias dada esta terça-feira 30.11.2021 pelo Diretor Geral da propriedade industrial, Carlos Sanca, durante abertura do Ateliê de apresentação e validação  de catálogo de panos de pente (panus di pinti) enquanto desenho e modelos industriais em colaboração com associação nacional de tecelões de panos de pente- ANTPP-GB, que cerca de cem panos de pente são selecionados para serem submetidos a proteção, à nível da organização Africana da propriedade intelectual.
 
 Na abertura da cerimónia  o diretor da propriedade industrial  disse para identificar tecelões do pano de pente foram feitas duas emissões a regiões inclusivo o setor autónomo, com o objetivo de conhecer e saber em primeira mão, através das pessoas conhecedoras do  pano de pente, com finalidade de compreender o que é pano de pente, e qual é o seu valor económico.
 
“identificamos  uma consultora que nos selecionou alguns modelos importantes para submetermos a proteção, com propósito propomos este ateliê para poder  descobrir se realmente os nomes dados a estes panos correspondem a mesma e preparar desenhos de modelos industriais para serem registados como  marca coletiva e neste momento Senegal esta a fazer proteção do nosso (foli lifante)  que é muito difícil de acreditar que as nossas propriedades estão a ser roubados”, disse.
 
Sanca, ainda fez uma alerta a população guineense no sentido de estarem mais preparados porque segundo ele, os panos de pente em causa até pode ter pedido de proteção dos outros países como do Senegal, Cabo-Verde e muitos, se isso acontecer a Guiné-Bissau tem que fazer oposição, que para realização dessa oposição o governo tem que assumir o seu papel que é de buscar “ os nossos avós nas tabancas que são conhecedores do pano de pente” para participarem na comissão superior dos recursos com finalidade de discutir e afirmar que os panos de pente são realmente da Guiné-Bissau.
 
Por seu lado o ministro do comércio e indústria Tcherno Djalo assegura que o pano de pente enquanto património cultural tradicional de dimensão nacional, a sua proteção em desenhos e modelos industriais, marca coletiva ou indicação geográfica é de carácter urgente e imperativo, devido a extensão de produção dos mesmos modelos de panos nos países vizinhos.
 
 

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: