PAIGC: Veteranos do partido protestam contra não aprovação das propostas na ANP por alguns Deputados

Por: Ussumane Baldé

Anuncie connosco

Os veteranos do partido africano para independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC),manifestaram suas indignações esta quarta-feira 24-11-2021 sobre a não aprovação das propostas apresentadas pela comissão especializada do ANP aos deputados.

O pronunciamento dos Libertadores na pessoa da Coordenadora dos Veteranos Teodora Inácia Gomes durante a conferência de imprensa, vem contra o posicionamento de alguns Deputados sobre a não aprovação das propostas apresentadas pela comissão especializada do ANP aos deputados, a não aprovação da realização da conferencia Nacional dos Combatentes, bem como a rejeição da realização da conferência nacional sobre os antigos combatentes da pátria, na qual lamentam a não consideração destes assuntos para os Representantes do Povo não tem aceitação.

“Estes querem adiar as esperanças dos antigos combatentes da Liberdade da pátria que deram tudo para libertar o país, por isso, repudiamos firmemente a decisão dos deputados, porque não é um favor, mas sim um mérito conquistado” afirmou Teodora

Por outro lado, os veteranos pediram ao governo em colaboração com ANP e outras entidades, para criarem uma comissão de controlo das irregularidades existentes na Secretaria de Estado dos Combatentes da Liberdade da Pátria, afim de continuar e concluir o processo de recenseamento dos combatentes nos termos definidos pelas leis da república da Guiné-Bissau, e garantir o pagamento atempada das pensões aos combatentes, seus órfãos, as viúvas e ascendentes.

De relembrar que, os veteranos do PAIGC enviaram uma proposta de dezassete pontos a Assembleia Nacional Popular ( ANP), que segundo eles as propostas foram ignorados por certos deputados da nação, referindo que alguns pontos na proposta enviada consta a criação de um centro de atendimento para os veteranos e combatentes com consulta e medicamentos grátis, e que seja atribuída às vítimas de guerra uma pensão de 350.000fca mensal e mais construção de casas (edifícios) nos setores e regiões para veteranos e combatentes.
Uma outra proposta é sobre a atribuição das percentagens para veteranos e combatentes através de vendas de combustíveis e na compras das ações em todos os bancos ao nível nacional.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: