PAIGC considera de ” estranha nomeação de Bacar Biai na Diretoria de Interpol.

O partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde PAIGC considerou esta quinta-feira 07 de Dezembro 2021, de estranha a nomeação de Bacar Biai para assumir interinamente a Diretoria Nacional da Interpol, substituindo assim Melancio Correia.

Em nota à imprensa de uma página que a Cap-GB teve acesso, a direção dos libertadores, diz estranhar a posição. Contudo, garante que a exoneração do magistrado Melâncio Correia, em nada vai alterar a decisão ora tomada, pela Secretaria Geral da Interpol, que foi fundamentada por falta de observância dos requisitos recomendados para a emissão de um mandado de captura internacional.

Ao recém nomeado, Bacar Biai, o PAIGC afirma na nota que, ” enquanto procurador geral da república, entre 2017 e 2019, violou visceralmente e recorrentemente, as normas jurídicas nacionais e internacionais, no capítulo dos direitos fundamentais, nomeadamente o direito às liberdades de associação e de manifestação” Frisa Acrescentando que ” Neste particular, o ex-titular do Ministério Público produziu um despacho, de forma intencional, visando proibir marchas dos partidos e movimentos cívicos, nas horas normais do expediente, violando um dos direitos civis mais elementares da democracia”.

Finalmente, o PAIGC, apela aos seus militantes e ao povo guineense a calma, sublinhando que as constantes ilegalidades do procurador-geral da república Fernando Gomes, e neste último caso, corroborado com o ministro da justiça Fernando Mendonça, irão ” sistematicamente esbarrar nos pilares da justiça e nos fundamentos do Estado de Direito Democrático.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

Ligue-nos

Share on Social Media
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x