Ou vacina Covid-19 ou demissão para funcionários do governo

Divulgue Connosco
Faça agora e Beneficie da nossa grande rede de audiência CAP-GB a vanguarda

O governo do Zimbabué ordenou aos funcionários públicos que não desejem ser vacinados contra o coronavírus, que se demitam a fim de reduzir o risco de transmissão do vírus nos seus departamentos. Isto é contra o pano de fundo de um surto em casos de infecção.

“Se trabalha para o Estado, pedimos-lhe que se vacine agora. Pode exercer os seus direitos na rua ou em casa, não o estamos a forçar a ser vacinado”, disse o Ministro da Justiça Ziyambi Ziyambi numa entrevista transmitida numa estação de rádio privada local na terça-feira 7 de Setembro. “Mas se for um funcionário do sector público, para protecção dos outros e das pessoas que serve, vacine-se. Se quiser tirar partido dos seus direitos que estão na Constituição, pode demitir-se”, acrescentou ele.

Com mais de 125.000 casos confirmados de coronavírus, incluindo quase 5.000 mortes, o Zimbabué não tornou oficialmente obrigatória a vacinação. Mas várias profissões, incluindo professores, estão a ser solicitados a serem vacinados. “Chegará uma altura em que não vamos querer professores não vacinados”, diz a Ministra Ziyambi Ziyambi.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: