Coperação: governo e UE lançam o programa indicativo multianual 21-27 no valor 112 milhões de euros

Por:Ussumane Baldé

O programa indicativo multianual lançado tem três eixos de desenvolvimento e entermos de volume é o terceiro maior acordo depois da Mauritânia e de Marrocos,o país vai receber 15,6 milhões de euros por ano incluindo 4 milhões para apoiar o setor das pescas.

O lançamento do programa foi realizado na manhã desta quarta-feira, 23-03-2022, no palácio do governo, testemunhado pelo Soares Sambu, vice-primeiro ministro.

Com a parceria que virada ao desenvolvimento humano, economia verde, e inclusiva, boa governança e estabilidade, Sambu referiu que na verdade estes projetos vão corresponder com as necessidades do povo, lembrando que tudo isso mostra a boa relação entre o país e a união europeia.

“nas prioridades do governo consta a saúde, educação e boa governação,por isso é muito bem vindo, é a boa relação”.

Soares ainda, avançou que há avanço muito significativo no processo de certificação do laboratório no quadro da CIPA, com vista a permitir a exportação dos produtos haliêuticos a partir dos portos de Bissau para mercado europeu,em decadência,garantir o valor acrescentado e criação de postos de empregos.

“Em pouco tempo o país vai poder exportar pescado e dar muitos empregos aos cidadãos”.

Finalizando com agradecimentos a embaixada da UE e as autoridades nacionais em especial o ministério dos negócios estrangeiros e o das Finanças pelo trabalho desenvolvido que permitiu o lançamento do programa.

Embaixadora da união europeia no país Sónia Neto, alertou que o programa indicativo multianual da UE e a Guiné-Bissau reforça assim o caminho das boas relações diplomáticas e de parceria, que já contam com mais de 45 anos de existência,e que são baseados no respeito mútuo e em interesses.

“A Guiné-Bissau é um país amigo e continuará receber os apoios por nossa parte para bem do povo”.

Sonia Destacou também vertente desenvolvimento humano,para além da saúde materno infantil, considerou assegurar o acesso a educação a todas as crianças.

“Nos três eixos programados,consta a possibilidade de educação a todas as crianças do país, sobretudo raparigas e mulheres”.

O ato contou com a presença dos membros do governo, embaixador da França, de Portugal, do reino da Espanha, parceiros técnicos-financeiros que têm apoiado a união europeia a concretizar a sua missão na república da Guiné-Bissau.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: