O astronauta americano Michael Collins, membro da primeira missão tripulada à Lua, morreu com a idade de 90 anos

O único membro da tripulação da Apollo 11 a não ter andado no satélite da Terra, disse que não tinha amargura alguma.

O astronauta americano Michael Collins, membro da Apollo 11, a primeira missão tripulada à lua, morreu quarta-feira, 28 de Abril, de cancro aos 90 anos de idade, anunciou a sua família. O piloto do módulo de comando e serviço, permaneceu em órbita enquanto os seus companheiros missionários Neil Armstrong e Buzz Aldrin se tornaram os primeiros homens a caminhar na lua.

Na sua declaração, a família do astronauta deseja recordar “a sua mente aguçada, o seu sentido tranquilo do dever, e os seus olhos de sabedoria ganhos ao olhar para a Terra a partir do espaço, e ao observar as águas calmas do seu barco de pesca”.

Antigo piloto de testes do Exército dos EUA
Nascido a 31 de Outubro de 1930 em Roma, de pai diplomata, Michael Collins tornou-se piloto de testes no exército americano. Na década de 1960, acumulou muitas horas de tempo de voo no espaço, nomeadamente durante as missões Gemini.

O único membro da tripulação da Apollo 11 a não ter andado no satélite da Terra, disse que não tinha amargura alguma. Tal como Aldrin e Armstrong, Collins deixou a NASA rapidamente após o regresso triunfante à Terra e passou a uma rica carreira pública.

Foi nomeado Secretário de Estado Adjunto para os Assuntos Públicos pelo Presidente Richard Nixon, tendo então dirigido a construção do Museu Aéreo de Washington, servindo como seu presidente (1971-1978). Tornou-se então consultor e escreveu livros relacionados com a aventura espacial.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x