Nuno Gomes Nabiam diz concordar com a remodelação governamental

Por: Martinho Mendes

O Primeiro-ministro Nuno Gomes Nabiam disse esta sexta-feira,28-01-2022, concordar plenamente com a remodelação governamental feita por presidente da república Umaro Sissoco Embaló, salientou que foram ultrapassados aquilo que podia constituir um problema.

“ Houve uma interpretação mas acabamos de ultrapassar aquilo que podia ser um problema e concordamos agora é trabalhar para o bem do país” disse.

Na sua curta declaração aos jornalistas no ato de posse de novos membros do governo no Palácio da república, Gomes Nabiam afirma que a sua relação com Sissoco Embaló são boas.

Na mesma ocasião, o chefe de Estado Umaro Sissoco Embaló desdramatiza alguns formações políticas que insurgem contra forma como foi feita a remodelação.

Sissoco Embaló aconselhou a coligação governamental a se prepararem para as próximas eleições legislativas.

Embaló lembra que nenhum dos partidos que suportam o governo ganhou as eleições segundo ele o executivo foi criado por ele.

O chefe de Estado alerta o titular da pasta da cultura e desporto a necessidade de fazer um inquérito a nível nacional para recolher preocupação da juventude guineense.

Entretanto a carta do Movimento para Alternância Democrática, junta-se à nota do APU-PDGB que diz responsabilizar o chefe de Estado pelas consequência e convida Umaro Sissoco Embaló a reconsiderar a sua decisão de remodelar a reconfiguração da orgânica do Governo.

MADEM-G15 com maior número dos deputados na coligação com 27 mandatos, quer cimeira de líderes da aliança governativa para analisar proposta de remodelação governamental.

O Movimento para Alternância Democrática (MADEM-G15) solicitou ao Primeiro-ministro, Nuno Gomes Nabiam, a convocação de uma cimeira de líderes da Aliança Governativa, composta pelo próprio MADEM-15, PRS, APU-PDGB e pelo Partido da Nova Democracia (PND).

Na carta endereçada ao primeiro-ministro , o MADEM-G15 considera que “não se deve avançar com a remodelação governamental, sem antes, reunir a cimeira da aliança no sentido de analisar, em conjunto, as propostas do Primeiro-ministro” para o efeito.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: