Novo ministro da educação defende a necessidade de diálogo com os sindicatos do sector educativo

Na sua tese do titular da pasta educativo garante o dialogo franco com os sindicatos de professores como forma de encontrar consenso e travar a ondas de greve que abala o sector educativo a mais de dois meses que, também impossibilita o normal funcionamento das aulas nas escolas públicas.

As palavras de Cirilo Mamasaliu Djaló foram registadas no final de tarde de ontem 27-04-2021, durante a transição de pasta feito pelo então ministro Arceni Jibirilo Baldé.

Para o responsável a mudança representa uma testemunha das negociações levado a cabo pelo ministro cessante tanto com os parceiros nacionais bem como os internacionais, enaltecendo os métodos de trabalho adotado pelo ministro cessante e toda a sua equipa, sou testemunho de todos os trabalhas por ele desenvolvido porque, estava presente nas negociações enquanto exercia o cargo de secretário-geral do ministério, prometo dar continuidade a essas dinâmicas. Salientou o novo titular da pasta educativo.

Ainda, mamasaliu Djaló apela a colaboração e engajamento dos técnicos do ministério.

Durante o seu adeus, então ministro Arceni Baldé adverti que, os factores políticos interferem muitas vezes na gestão do ministério, factos esses que não dependerão da decisão do ministro.

Arceni J Baldé

Sustentando que, o problema do sistema é transversal que, não pertence o ministro enquanto titular desta pasta ou Governo, mas sim é um problema que pertence todos os guineenses e deve merecer atenção de todos os filhos deste país.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: