Ministro do Interior visita famílias vítimas de Calamidades Naturais.

O Ministro do Interior efetuou esta quarta-feira 26 de Agosto de 2020 visita a diferentes bairros de Bissau para constatar in-loco a real situação com que depara as famílias vítimas de calamidades naturais.

Nesta visita aos Bairros de Pissack, Empantcha, Gericó e Cuntum Madina, ambos em Bissau, Botche Candé, esteve acompanhado dos altos responsáveis do Serviço Nacional de Proteção Civil.

Aos jornalistas, as vítimas, para além de manifestar as suas preocupações para com relação a as fortes chuvas, apresentaram também dificuldades ligadas a falta de segurança, água potável, estrada, escola, luz eléctrica e espaço de lazer.

A Câmara Municipal de Bissau e ao Ministro das Obras Públicas os moradores solicita apoio dos duas instituições, uma vez que, segundo os moradores, as mesmas são responsáveis de atribuição de licenças de construção de casas.        

Em resposta o Ministro do Interior Botche Candé, considerou de ” preocupante ” a situação. Afirmando ter tomado ” uma boa nota ” das inquietações e promete que as mesmas vão ser analisadas no Conselho de Ministros e encontrar respostas e medidas urgentes.

Ladeado dos altos dirigentes do Serviço Nacional de Proteção Civil,  Botche Cande frisou que o objectivo principal de qualquer governante é ” defender e estar ao lado dos cidadãos nos momentos difíceis “.

A problemática de consumo de droga tipo Lyamba esteve também em destaque na mensagem do Ministro do Interior. Tendo afirmado que a o governo liderado pelo Nuno Gomes Nabiam está disposto e determinado para o combater apelando os jovens a absterem de o consumir.

De acordo com o Ministro do do Interior, numa operação de dois dias, a Guarda Nacional apreendeu de 400 jovens que supostamente estavam a consumir o Lyamba. Facto que, o Ministro considerou de ” lamentável ” apelando a colaboração dos pais e encarregados de educação para fazer face a situação.      

Entretanto, o Coordenador de Programa de Serviço Nacional de Proteção Civil, Alsau Sambú, defendeu que a construções feitas nas zonas de risco não é responsabilidade só da sua direção, mas, sim, é uma qestao que deve ser tratado de forma generalizada, o que irá permitir o serviço provar modelos de construção e planos de ocupação, visando a reduzir ” vulnerabilidade dos cidadãos “.

Dados apurados pela CAP-GB apontam que nos quatro bairros visitados nomeadamente Pissack, Empantcha Gericó e Cuntum Madina as fortes chuvas destruíram no total 170 Casas tendo vitimado 285 Famílias e deixando 2.129 pessoas desalojadas.  

Saliente-se que na passada segunda-feira 24 de Agosto de 2020, o Governo da Guiné-Bissau, instituiu no Conselho de Ministros Extraordinário, um fundo Social de Cem Milhões de Francos cfa, para apoiar as vítimas de calamidades naturais.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x