Ministério das Pescas promete capacitar funcionários para impulsionar o sector

Por: Epifania Correia Gomes

A promessa comunicada esta sexta- feira, 17-09-2021, pelo secretário-geral do ministério das pescas, durante a  cerimonia de abertura  da formação de capacitação dos tecnicos em matéria  de sensibilização e informação das capturas assessórias.

Maurício Sanca revelou que objetivo estratégico da sua instituição visa garantir a formação dos Jovens quadros nacionais, adotando- lhes de capacidades e conhecimentos técnico e habilidades em diversas áreas de politicas públicas de desenvolvimento da Guiné-Bissau e do sector das pescas.
 
Ainda disse que ateliê de sensibilização e informação sobre as capturas assessórias revela-se como fonte de capacidade cognitiva, habilidade indispensáveis e atitudes necessárias para atuação e contribuição dos profissionais na sociedade.


“Ministério das pesca precisa de quadros qualificados a fim de participar no processo do combate a pesca ilícita não regulamentada e não declarada, começando na preservação dos nossos recursos haliêuticos e oportunidade de iniciativa de controlo marítimo das nossas águas territoriais rumo ao crescimento económico Nacional”.

Maúricio Sanca

Por outro lado Sanca pede os formandos comprometimento e esforços ao receber e colocar em prática os conhecimentos porque  o ateliê de sensibilização e informação sobre as capturas assessórias capacitará e dará as condições técnicas formativas e profissionais para lidar com a realidade do sector das pescas e da sociedade. Para isso o ato deve significar para os formandos como inicio de um sucesso, mas que dependerá do esforço individual, interesse, dedicação, sacrifício e aprendizagem.
 
Por ultimo agradeceu o financiador Fundação Mava pelos apoios tecnicos e financeiros concedido ao seu Ministério para promoção, proteção, gestão sustentável da natureza biodiversidades e recursos naturais através do projeto Capturas assessórias .
 
Por seu lado o Representante da Parceria Regional Costeira e Marítima Amed Diamé sublinha que o projeto é particular porque é único que faz reflexões sobre a pesca acidental na Sub-região.


“é muito importante formação do genero para os atores”, porque segundo ele não existe informação tão apurados em relação a este tipo de pesca acidental que constitui um dano na no Mar. “E espero que no final deste ateliê os formandos posam ter consciência como podem produzir significativamente capturas acidentais sobretudo nas águas  da costa ocidental principalmente na Guiné-Bissau” disse Representante da Parceria Costeira e Marítima Amed Diame .
            
 
 
 
 
 
 

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x