Membros fundadores do PRS de costas viradas com atual direção do partido

Isto porque três membros fundadores do Partido da Renovação Social ( PRS), acusa Alberto Mbunhe Nambeia de estar a minar o futuro da juventude guineense.

As acusações de Ibraima Sori Djaló foram registada esta sexta-feira, 07.05.2021, em conferência de imprensa na sua residência em Bissau.

Sori Djaló disse que atual direção liderado por Alterto Nambeia, está a minar o futuro da juventude do país em particular a do partido, chama atenção pelas consequências futuras admitiu que o partido podia ter ganho as ultimas eleições, afirmando ainda que, com Alberto na liderança do partido não pode ganhar nenhum escrutínio.

Os fundadores questionaram a prominência das riquezas imóveis e corrosão de alta Gama que estão a ser ostentadas pela direção do partido.

Djaló disse que, a direção do partido da renovação social transformou-se num ninho de gatunos com elevado indícios de corrupção.

Na mesma conferência de imprensa na qual tomaram parte dois outros membros fundadores do PRS, o antigo primeiro-ministro Mário Pires e José de Pina, Ibraima Sori Djaló, solicita ao presidente da república a construir uma prisão de alta segurança para a detenção das pessoas indiciados a atos de crime.

O antigo presidente do parlamento questionou a nomeação de Orlando Mendes Viegas, um dos vice-presidente do partido PRS, ao cargo de Ministro de Estado dado ao seu passado recente com polícia Judiciária.

O partido da renovação social mergulhado numa situação de conflitos interno, numa altura em que se a vizinha o congresso do partido a realizar este ano onde duas intenções a liderança já foram manifestadas, nomeadamente Certório Biote assim como Domingos Quadé.

Texto e Img: Martinho Mendes

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: