Médicos e Enfermeiros Militares prestam serviços nas urgências do HNSM

Por: Laércia Valeriana Insali

Bissau-Terça feira 21/09 /2021

A informação foi avançada pelo Diretor Geral do Hospital Nacional Simão Mendes à Rádio Bantaba sobre a situação do hospital neste momento de paralisação total.

Silvio Coelho falou que o governo reuniu ontem, entre eles o Ministro de Saúde, Ministro da Função Pública, Vice Primeiro-Ministro, Ministro do Interior e da Administração Territorial, e solução encontrada é a transferência de alguns médicos do Hospital Militar para prestar serviços nas Urgências do Hospital Nacional como forma de dar resposta a ausência dos profissionais afeto a estes serviços.

Diretor Geral ainda informa que orientaram alguns pacientes em estado crítico a serem atendidos noutros Hospitais e nos serviços de Pediatria foram transferidos 6 pacientes, 2 para Hospital Pediátrico de Bor e 4 para Renato Grandi.

Silvio Coelho pede a intervenção da UNTG para ajudar a mediar esta situação.

De relembrar que os sindicatos do sector de saúde iniciaram o boicote de todos os serviços de hospitais da Guiné-Bissau por um período indeterminado.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: