Mali: os manifestantes rejeitam as recomendações da CEDEAO

No Mali, o presidente da transição, Coronel Assimi Goïta, e a presidente ganesa Nana Akufo-Addo realizaram duas reuniões no domingo 17 de Outubro em Bamako. A reunião teve lugar sob forte protesto de uma centena de manifestantes do antigo M5-RFP, que iniciaram as primeiras mobilizações contra o Presidente Ibrahim Boubacar Keita. Para eles, os chefes de Estado da África Ocidental devem deixar o governo de transição decidir o destino do povo maliano.

“De acordo com o pedido do Xerife de Nioro, exigimos que a transição seja prolongada por dois ou mesmo três anos. Dizemos não às recomendações da CEDEAO. Dizemos isto hoje porque a CEDEAO está no processo de desestabilização do Mali. E nós rejeitamos este projecto. A CEDEAO deve ouvir o povo maliano”, disse Ousmane Traoré Alias OMT, um membro influente da juventude M5-RFP.

Um tête-à-tête e intercâmbios tiveram lugar entre o Coronel Assimi Goita e toda a delegação da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental. De acordo com uma fonte próxima da presidência do Mali, o Coronel Assimi Goïta fez um apelo pela situação em torno dos problemas que o seu país enfrenta, incluindo a insegurança, locais de construção abertos, e a conferência nacional anunciada. “Assimi Goïta falou como habitualmente com calma, mas com clareza”, disse uma fonte sob condição de anonimato.

Relativamente ao caso do grupo Wagner, o chefe de Estado do Mali disse que “eles estão à procura de piolhos na sua cabeça, e que o seu país não assinou, nesta fase, nada com esta empresa privada russa que utiliza mercenários.

É de notar que a CEDEAO tem exigido o respeito dos compromissos sobre a realização de eleições durante vários meses. Além disso, outras informações revelam que o actual presidente da instituição sub-regional indicou que os militares malianos devem respeitar os seus compromissos, organizando eleições presidenciais e legislativas no final de Fevereiro de 2022.

Nana Akufo-Addo recordou que “antes do final de Outubro, as autoridades malianas comprometeram-se a tornar público um calendário de todas as acções a serem tomadas até ao final da transição. Desta vez, será uma questão de dar uma data precisa para o fim da transição.

Fontes fidedignas anunciam a chegada de dois emissários da CEDEAO a Bamako antes do final de Outubro para fazer o ponto da situação.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x