MADEM-G15: Braima Camará diz que voltou para ser parte da solução

Por: Ussumane Baldé

Sábado 18/06/2022, O líder do movimento para alternância democrático regressa ao país após dez meses no estrangeiro, que automaticamente condenou os ataques de 01 fevereiro no palácio do governo e ao deputado Agnelo Regala.

Braima camara, recebido por milhares de militantes e simpatizantes no aeroporto internacional Osvaldo Vieira, garante que voltou o país para dar o seu contributo enquanto cidadão para encontrar soluções viáveis para bem da nação, segundo ele o país precisa de diálogo, tolerância e entendimento.

“Voltei para dar minha contribuição no processo de desenvolvimento do país enquanto cidadão, tentar dar tudo para que haja soluções e entendimento no seio dos políticos e cidadãos em geral”.

Camara, sublinhou que é inádimissivel aceitar violência num país democrático por isso condenou com veemência os ataques ocorrido no passado 01 de fevereiro no palácio do governo, quando o chefe do estado presidia o conselho de ministros na presença do primeiro ministro e membros do governo.

“Primeiramente,condeno ataque ao palácio do governo,ao deputado da nação e aos jornalistas, porque na democracia violência não tem lugar”exorta.

Camará também extendeu a sua condenação pelo ataque ao deputado da nação, líder do partido da união para mudança Agnelo Regala, que foi baleado na perna na sua residência por um grupo das pessoas desconhecidas e assim como ataque aos jornalistas.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: