Luís Entchama convida Fernando Gomes a provar no tribunal as acusações proferidas

Por: Ussumane Baldé

Quinta-feira, 23/06/2022, Ex-presidente da CMB desmente, todas as acusações proferidas do ministro da administração territorial e de poder local no despacho que o exonerou, em como estaria envolvido em corrupção daquela instituição camarária.

Luís Simão Intchama, falava durante conferência de imprensa realizada em Bissau, nega todas as acusações que foi alvo junto com o seu staff no despacho emitido pelo titular da pasta de administração territorial e poder local no passado dia 13 de julho do ano em curso, fazendo menção que a direção que senhor Enchama liderava estava fortemente ligada com a corrupção.

“Estamos cá para desmentir a expedição preferida pelo Fernando Gomes e justificações alegadas, estamos confiantes e esperamos que haja conclusão do processo da parte do tribunal”.

Ainda, o antigo presidente da câmara municipal de Bissau, sublinhou que a forma como foi retirado do cargo demonstra inconfessos planos para atingir ex-ministro da administração territorial e de poder local o atual líder dos renovadores, Fernando Dias.

“Não me estranha como o despedimento foi conduzido porque atrás de todas as situações é para atingir o atual presidente em exercício do partido da renovação social”.

De sublinhar que, o Luís Simão Intchama foi nomeado a cargo do presidente da câmara municipal de Bissau em março de 2020 por ex-ministro da administração territorial e membro do PRS, Fernando Dias que no passado dia 13 de julho foi exonerado pelo atual ministro, evocando, má liderança e corrupção interna.

foto: ANG

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: