Líbia: a França reabrirá a sua embaixada em Tripoli na segunda-feira, anuncia Emmanuel Macron

Após anos de guerra, o país iniciou uma nova fase de transição com a nomeação de um governo provisório.

A França reabrirá a sua embaixada em Tripoli (Líbia) na segunda-feira 29 de Março, disse Emmanuel Macron na terça-feira 23 de Março. No início do dia, o chefe de Estado tinha recebido o chefe do conselho presidencial líbio Mohammed El-Menfi, um sinal da normalização e pacificação do país acolhido por Paris. A representação diplomática francesa na Líbia tinha sido encerrada em 2014, mantendo-se no entanto activa. A Embaixadora Beatrice Le Fraper du Hellen, que dirige a missão a partir de Tunes, também regressará à capital líbia, disse Emmanuel Macron.

“Temos uma dívida para com a Líbia”.
“Isto não é simplesmente um apoio de palavras ou fachada, é um apoio completo que será o da França”, prometeu o presidente francês. Ele acrescentou que “temos uma dívida para com a Líbia e os líbios, muito clara, que é uma década de desordem” após a queda de Muammar Gaddafi em 2011. O líder líbio tinha sido derrubado pelo seu povo após uma intervenção militar ocidental, abrindo um período de caos e guerra no país.

“Agradeço à França pela reabertura da embaixada e pelo seu apoio ao regresso à estabilidade”, disse Mohammed El-Menfi, que foi acompanhado pelo seu vice-presidente Moussa Al-Koni. Após anos de guerra, o país entrou numa nova fase de transição com a nomeação de um governo provisório. O governo interino ganhou a confiança do parlamento no início de Março e está incumbido de organizar eleições nacionais em Dezembro. Como resultado da retoma política, alguns países, como Malta e o Egipto, anunciaram que reabrirão em breve as suas embaixadas em Trípoli.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: