LGDH exige a libertação imediata do militante do PRS

Por: Martinho Mendes

A Liga Guineense dos Direitos Humanos diz estar a acompanhar com apreensão a detenção, sem culpa formalizada, do militante do PRS Alqueia Tambá no dia 7 de Outubro pelos agentes do Ministério do Interior.

Segundo a liga as Informações disponíveis dão conta que após a sua detenção, os agentes do ministério do interior confiscaram-lhe o telemóvel, violaram a privacidade das suas comunicações para averiguar com quem e o que tem andado a conversar.

A posição da organização foi conhecida esta sexta-feira, 08-10-2021, na sua página no Facebook consultada pela Cap-gb, na qual exige a liberação de Alqueia Tambá cuja sua detenção sem culpa formulada.

Perante esta atitude que a liga guineense dos direitos humanos considera de arbitrária, invasiva e violadora dos direitos fundamentais, exige a libertação imediata e incondicional do militante do partido da renovação social (PRS), Alqueia Tambá.

A Liga exorta o Ministério do Interior a respeitar os procedimentos legais no exercício das suas funções, adequando assim a sua conduta aos ditames do Estado de Direito.

De recordar que a detenção de Alqueia Tambá, militante do PRS e Porta voz do Movimento para a salvação do PRS em memória de Kumba Ialá, vem na sequência da ultima conferência de imprensa, em que proferiu entre outros criticas a gestão do partido que ele é militante, e ao chefe de estado.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x