Lançado a primeira pedra para construção das sedes do CIPA e da FISCAP

O governo através do Ministério das Pescas lançou hoje, 02-10-2020, a primeira pedra para a construção das sedes do Centro de Inveatigação da Pesca Aplicada (CIPA) e do Centro Nacional de Controle e da Ficalização das Pescas (FISCAP).

Presidindo o acto o Ministro da Presidência e do Conselho dos Ministros Mamadu Sirifo Djaquité, enalteceu a importãncia da construção das duas obras e disse que os funcionáros do Centro de Invesitgação da Pesca Aplicada (CIPA) e, do Centro Nacional de Controle e Fiscalização da Pesca (FISCAP), que passarão futuramente a dispor das instalações condignas para os exercícios das suas responsabilidades.

Mamadu Sirifo Djaquité,assegurou que o governo irá colocar a disposição dos técnicos dessas instituições os instrumentos que permitam, o sector das pescas ter maior controle sobre os nossos recursos pesqueiros assim contribuindo grandemente no produto interno bruto (PIB) do país.

“Queremos apelar aos responsáveis pela execusão dessas duas obras, o cumprimento escrupuloso do caderno de encargo e respeitar o prazo da entrega acordado no caderno de encargo” disse.

O porta-voz do governo agradeceu a União Europeia UE, como entidade financiadora pela matrealização dessas obras e garantiu que o governo liderado pelo Nuno Gomes Nabiam, irá reforçar os laços da cooperação com União Europeia UE.

O Ministro das Pescas Malam Sambu, considera o acto como o “culminar” de um sonho que muitos anos era apenas uma intenção e graças ao esforço dos sucessivos governos no âmbito da parceira das pescas com a União Europeia UE, será uma realidade incortonável.

Ministro das pescas Malam Sambu

O titular das pescas disse ainda que o seu Ministério, tem como um dos seus principais objectivos, criar as infrasteturas necessárias para o desenvolvimento do sector através dos projectos concretos com os seua parceiros de cooperação assegurou Malam Sambu.

O Ministro das Pescas garantiu que fará tudo para que as duas obras sejam entregues dentro do prazo previsto.

A embaixadora da União Europeia no país Sónia Neto, disse que essas primeiras pedras para além do seu simbolismo representam também o marco para actividades de monotoramento, controlo e vigilância do FISCAP e bem como para a contribuição dos investigadores e técnicos do CIPA, para um saber e antipico essencial ao desenvolvimento das capacidades de avaliação dos recursos biologicos e marinhos, dos opções de gestão costeira.

Sonia Neto UE

Sónia Neto falou a imprensa que a forte parceria da União Europeia e Guiné-Bissau, reveste de uma crucial importância para todos nós, o qual se reflecte num envelope anual de 15.6 milhões que foi negociado entre a UE e o país, previsto no âmbito de protocolo entre 2018/2024.

” No lado da União Europeia e dos seus Estados membros posso assegurar que o nosso comprimisso é solido considerando que tanto a UE como a República da Guiné-Bissau, faremos todos os esforços de forma a cumprir com as instituições de um quadro juridico internacional” garantiu.

As obras ora a ser executado é orçado cerca de um bilhão e duzentos milhões FCFA.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x