Júlio Mendonça: É preciso reforçar o controle na gestão de bens público.

O Secretário Geral da UNTG solicita reforço de controle na gestão de bens públicos, combatendo a corrupção instalada em todos os ministérios e setores administrativos do país.

Júlio Mendonça, falava no âmbito da celebração do 61° aniversário dos mártires de pinjiguiti que o país está alem das expetativas do desenvolvimento almejado. E enquanto representantes dos trabalhadores, os seus objetivos resumem se na promoção dos direitos de defesa no interesse legítimo de todos que prestam serviço dignos ao estado e os que pagam impostos na Guiné-Bissau. Razão pela qual, nunca aceitar-se-ão o discurso que persiste na manutenção do sofrimento das pessoas que sirvam o estado da Guiné-Bissau nas empresas.
Portanto, exigem que o governo comece o mais rápido possível o pagamento das dividas com o pessoal afeto a essas empresas.

E Não se pode priorizar um setor e esquecer os demais, por isso, esperam que previsão orçamental seja concretizado, os fundos mobilizados sejam colocados a disposição dos ministérios para efeitos de concretização dos seus projetos de desenvolvimento, seguido de uma auditoria realista por parte do tribunal de contas. E é preciso reforçar o controle na gestão de bens públicos, combatendo a corrupção instalada em todos os ministérios.

Para o secretário Geral da confederação Geral dos sindicatos independentes, Malam Ly, o massacre de pinjiquiti foi um dia de grande sofrimento e luta para todos desta nação. A luta corajosa deste povo fez do dia 3 de agosto um dia de tomada de consciência nacional perante os colonialistas portugueses.

Malam Ly

A melhor maneira de provar a sua honestidade e patriotismo pelo país, é darem contribuições efetivas para o desenvolvimento da nossa pátria amada. E todos os atos que levam a promoção do desenvolvimento econômico e social, e a satisfação das necessidades coletivas que em virtudes das opções políticas ou legislativas definidas previamente se entendem que incumbem ao estado. Daí que, o estado que não dispõe dos trabalhadores com moral altamente motivada é um estado vazio, por esse motivo, o estado não pode abdicar-se da sua irresponsabilidade, especialmente no domínio de salário condigno e justo aos seus servidores, que são criadores da riqueza para o país.

Para o secretário do central sindical, o estado tem de assumir as suas responsabilidades no que diz respeito a harmonização de tabela salarial, para que os trabalhos possam ter moral tranquilo de modo que a erradicação de fraca qualidade de serviços por eles prestados.

O central sindical tem uma missão bem definida que se traduz na luta pela defesa e interesses legítimos dos seu associados e bem como, desenvolver ações ligadas a politica laboral definida pelo estado e administração na persecução dos seus objetivos que é a satisfação das necessidades públicas.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x