Jorge Mandinga: “Quanto mais guineenses estiverem formados nas artes do mar, melhor será a soberania marítima”.

O Ministro de Transportes e Telecomunicações da Guiné-Bissau, afirmou esta segunda-feira 04 de Janeiro de 2021 que ” quanto mais guineenses estiverem formados nas artes do mar, melhor e mais será sólida a nossa soberania sobre o espaço marítimo guineense”, uma vez que, segundo ele, a Guiné-Bissau é um país essencialmente marítimo, tendo 85 por cento da área que gere no mar e 15 por cento que é da terra.      

” Guiné-Bissau é um país essencialmente marítimo, 85 por cento da área que nos gerimos é o mar e 15 por cento e que é terra e, para ter, usar e aproveitar dessa vocação marítima é preciso que haja recursos humanos qualificados.

Jorge Mandinga falava na abertura da primeira edição de seminário de formação e capacitação dos quadros do Instituto Marítimo Portuário (IMP), subordinado ao tema “Segurança Marítima” Na ocasião, Jorge Mandinga, apela que seja abordada a disciplina de ética na vida no mar o que segundo ele vai dotar os formandos de conhecimentos de como lidar com pessoas de outras nacionalidades.

” Os nossos formandos vão estar a contactar com pessoas de outras nacionalidades em navios que não são nossos, daí que temos saber como lidar com estas pessoas “.  Disse

A formação que hoje inicia terá a duração de três semanas e é destinada a aos técnicos do Instituto e demais autoridades congéneres e visa dota-los de ferramentas que visa dinamizar o subsector marítimo guineense.

Para o efeito, o titular da pasta dos Transpostas e Telecomunicações exorta que seja feita uma seleção justa e transparente dos marinheiros que irão trabalhar nas diferentes embarcações

” A Seleção dos marinheiros doravante envolva todos os atores ligados ao setor, nomeadamente, os armadores, sindicatos instituto marítimo para que possa ter uma seleção justa e transparentes dos que irão trabalhar nas diferentes embarcações ” Disse para de seguida afirmar que está em curso o processo de degragem dos canais do rio Geba, Rio Cacheu, ligação Bubaque e Bolama, sinalizar, basilar estes canais e por os referidos faróis”.

A medida que vão evoluídos as funções de uma instituição e aumentando as exigências dos seus utentes, tornar-se-á cada vez maior a sua responsabilidade, dependente da capacidade de resposta atempada, da sua filosofia e da sua técnica.

Para o efeito, o Presidente e Conselho de Administração do Instituto Marítimo Portuário (IMP), Jorge Augusto Malu, sublinhou que a realização do referido ciclo de formação e capacitação visa dotar os quadros e demais autoridades congéneres no domínio marítimo de ferramentas técnicas e profissionais com vista ao desempenho satisfatório das atividades dos formandos enquanto representante das respectivas instituições nas localidades onde prestam serviços.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x