Joana Cobdé Nhanca Convida chefe de estado a assumir postura reconcialiadora entre guineenses

A ativista guinnense apelou o chefe do estado de ser mais tolerante para o bem estar do país, contrariando o impedimento da realização do décimo congresso do PAIGC, também evocando désvio da direção dos renovadores dos ideiais do partido de Kumba yala.

Joana,reagia em conferência de imprensa realizada na sua residência em Bissau, esta quarta-feira, 23-03-2022, sobre atual situação do país, apelando o presidente da república Umaro Sissoco Émbalo, de usar a sua magistratura de influência para unir todos os guineenses, “Sissoco é símbolo do país, por isso não deve ser parte de um projeto com vista a separar os guineenses”.

Joana ainda, condenou o ataque ocorrido no passado dia 01 de fevereiro no palácio de governo onde decorria o reunião de conselho de ministros sob presidencia de chefe do estado e por outro lado, sublinhou que um grupinho do partido da renovação social quer matar o legado deixado por kumba yala, “os autores do ataque a palácio do governo devem ser responsabilizados e a história do Kumba no PRS é eterna”.

As últimas considerações da Joana, foram direcionadas ao chefe do governo Nuno Gomes Nabiam para no mínimo cumprir o ensinamento deixado pelo antigo líder dos renovadores, “Nuno tem que seguir os conselhos do Kumba, pronunciar sobre a subida dos preços no mercado”, em fim, considerou o ataque a sede do partido africano para a independência da Guiné e cabo verde como um atentado a democracia, “na democracia força não tem lugar, o partido tem todo direito de realizar o congresso”.

De recordar que nas últimas eleições presidências realizada no país, a Joana Cobdé Nhanca pediu aos APUANOS uma licença que lhe permitia dar apoio ao candidato do PAIGC, alegando na altura que os renovadores que pelo contrário apoiavam o candidato do MADEM G15 em contraição ao legado do Kumba yala.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: