Joana Cobde Nhanca apela Presidente da República e Primeiro Ministro a renunciarem as suas funções

Por: Laércia Valeriana Insali

As exigências da Segunda Vice-presidente do Assembleia de Povo Unido do Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB) foram apresentadas esta Quarta-feira 27/10 /2021 durante conferência de imprensa para manifestar seu desagrado com atual governação.

Cobde Nhanca, condena o ato governativo do Presidente da República Umaro Sissoco Embaló, e considera que uma das causas das sucessivas crises no país é a “ incompetência “ do Primeiro Ministro.

“Sirvo de Porta-voz dos mais pobres que vivem nas tabancas que estão a sofrer e a ser maltratado, por isso venho manifestar meu desagrado e condenar a governação do Presidente da República através da incompetência do Primeiro Ministro Nuno Gomes Nabiam”, proferiu.

Ainda Nhanca, reputa que a greve na Função Pública vem na subsequência da “incapacidade governativa” do Executivo, dado que este não soube negociar com os Sindicatos.

Nesta perspectiva, questionou do silêncio dos partidos Madem-G15, APU-PDGB e PRS perante a “instabilidade” política que se vive ultimamente e dos compromissos que tinham feito durante as campanhas eleitorais.

Contudo, Joana Nhanca invoca ao Chefe de Estado e o Executivo a renunciarem das suas funções.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: