Irão admite ter abatido avião ucraniano e pede desculpa. “Foi um erro desastroso”

O Boeing 737 da companhia aérea Ukrainian International Airlines caiu poucos minutos depois de ter descolou de Teerão e umas horas depois de o Irão ter atacado bases norte-americanas no Iraque.

O Irão admitiu neste sábado que o avião ucraniano que se despenhou na quarta-feira em Teerão foi abatido inadvertidamente por militares iranianos, noticiou a televisão estatal. A declaração atribuiu o derrube do aparelho a um erro.

Até aqui, o Irão tinha negado que um míssil fosse responsável pelo acidente.

Mas os Estados Unidos e o Canadá afirmavam o contrário, baseados em informações dos respetivos serviços de segurança.

“A República Islâmica do irão lamenta profundamente este erro desastroso”, afirma o Presidente Hassan Rouhani na rede social Twitter, prometendo condenar os responsáveis pelo incidente.

“Os meus pensamentos e orações estão com as famílias das vítimas”, adianta.

Hassan Rouhani@HassanRouhani

Armed Forces’ internal investigation has concluded that regrettably missiles fired due to human error caused the horrific crash of the Ukrainian plane & death of 176 innocent people.
Investigations continue to identify & prosecute this great tragedy & unforgivable mistake.

Também o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, Javad Zarif, ao anunciar as conclusões preliminares da investigação das Forças Armadas, lamenta o erro, ocorrido sublinha na sequência do “aventureirismo dos EUA”.

“Um erro humano numa altura de crise causado pelo aventureirismo dos EUA levou ao desastre. O nosso profundo lamento, um pedido desculpas e condolências às famílias de todas as vítimas e às nações afetadas”, lê-se na mensagem no Twitter.

Javad Zarif@JZarif

A sad day. Preliminary conclusions of internal investigation by Armed Forces:

Human error at time of crisis caused by US adventurism led to disaster

Our profound regrets, apologies and condolences to our people, to the families of all victims, and to other affected nations.

💔

O avião, um Boeing 737 da companhia aérea Ukrainian International Airlines, descolou de Teerão, com destino a Kiev, despenhando-se dois minutos após a descolagem nos arredores da capital iraniana.

O acidente ocorreu horas depois do lançamento de 22 mísseis iranianos contra duas bases da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, em Ain Assad e Erbil, no Iraque, numa operação de vingança pela morte do general iraniano Qassem Soleimani.

O aparelho, com destino a Kiev, transportava 167 passageiros e nove tripulantes de várias nacionalidades, incluindo 82 iranianos, 11 ucranianos, dez suecos, quatro afegãos, três alemães e três britânicos.

Na sexta-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros canadiano reviu em baixa que o número de vítimas do país, que passou de 63 para 57, após uma “análise aos documentos de viagem das vítimas”.

No entanto, o número total de passageiros que tinham como destino final o Canadá mantém-se em 138, disse François-Philippe Champagne, em conferência de imprensa.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x