iniciativa “Uma Faixa e Uma Rota”: Guiné-Bissau e a China assinam memorando de entendimento

Por: Martinho Mendes

O Governo da Guiné-Bissau e da república popular da China assinaram esta segunda-feira, 22-11-2021, no Palácio do governo em Bissau, um memorando de entendimento sobre a cooperação no âmbito da iniciativa “Uma Faixa e Uma Rota” cujo objetivo principal prende-se com a revitalização das antigas Rotas da Seda marítima e terrestre que durante séculos marcou o comércio internacional e os intercâmbios culturais entre os povos, tornando-lhas novos vetores do comércio mundial.

Após o ato da assinatura, a ministra de Estado, dos negócios estrangeiros, cooperação internacional e das comunidades, Suzi Carla Barbosa, manifestou a disponibilidade do executivo guineense continuar a colaborar com as autoridades chinesas, tendo reconhecido que as relações entre os dois Estados é caracterizado por uma dinâmica inédita.

Suzi Barbosa disse que o país dispõe de recursos naturais em grande quantidade para competir de forma sólida num mercado cada vez mais global sustentando que a necessidade de promoção da cooperação bilateral no domínio das startups e de joint-ventures com empresas guineenses nas áreas de Agroindústrias, turismo, transportes marítimos e energias renováveis.

“A Guiné-Bissau e China podem juntos beneficiar de uma articulação superior a este nivel, aproveitando as oportunidades decorrentes das actividades destas empresas” disse.

A chefe da diplomacia guineense manifestou a disposição do governo em cooperar com a República Popular da China, dentro do quadro da iniciativa ‘Uma Faixa e Uma Rota”, explorando as várias áreas de cooperação para o benefício mútuo, nomeadamente as infraestruturas, as pescas, educação, saúde, agricultura para a construção de uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade, assim como para a efetivação da plena globalização económica, tornando o comércio intra-estados mais aberto, inclusivo, equilibrado e benéfico para todos.

Ato da assinatura do memorando entre a ministra Suzi Barbosa e o embaixador da china

No seu turno, o embaixador da China no país, Guo Ce, demonstrou a vontade do governo do seu país em continuar assistir a Guiné-Bissau em várias áreas de cooperação reiterando o seu empenho em continuar oferecer bolsas de estudos aos jovens.

Guo Ce disse ainda que, o governo de Pequim quer promover mais investimentos no país para ajudar a industrialização e processamento dos produtos e facilitar exportação dos produtos para a China.

Segundo o diplomata a construção conjunta de Uma faixa e Uma Rota” como uma plataforma significante para edificação de uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade sublinhando que a grande medida estratégica da China é alargar a abertura do alto nível e compartilhar oportunidades do desenvolvimento com o mundo.

De referir que, a iniciativa foi lançada em 2013 pelo Presidente da China Xi Jinping com o objetivo de revitalizar antigos rotas de sede marítima e terrestre que, durante séculos marcou comércio internacional e intercâmbio cultural entre povos, com essa iniciativa primitivo o governo chinês e diferentes Estados, organizações internacionais assinam cooperação em diferentes áreas de parceria com o maior destaque das infraestruturas e relações comerciais.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x