Impulso à Transformação Digital em África como Canetas Huawei Lidam com a União Africana de Telecomunicações

24 de Junho de 2021, Nairobi-Kenya: A União Africana das Telecomunicações (ATU) assinou hoje um Memorando de Entendimento (MdE) com o gigante tecnológico Huawei que verá os países e organizações africanas desenvolverem capacidades para a transformação das TIC.


Nos termos do acordo, a Huawei proporcionará formação sobre desenvolvimento de competências, incluindo requalificação e requalificação para os membros da ATU. O Memorando de Entendimento verá também as duas organizações colaborarem para apoiar a inovação local, partilhar informação sobre as últimas tendências, desafios e soluções em África e globalmente, e expandir a economia digital, bem como a conectividade rural, no continente, através do aprofundamento da investigação.


Um relatório de 2019 da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) sobre economias digitais estabeleceu que a África e a América Latina em conjunto representam menos de 5 por cento dos centros de dados mundiais. Se não for tratado, o relatório concluiu, as divisões agravarão as desigualdades de rendimento existentes. Isto, juntamente com o facto de nos países menos desenvolvidos (PMD), apenas uma em cada cinco pessoas utilizar a Internet em comparação com quatro em cada cinco nos países desenvolvidos, faz parte da motivação para a parceria Huawei-ATU.


Falando durante a cerimónia de assinatura realizada hoje em Nairobi-Kenya na sede da ATU, o Sr. John OMO, Secretário-Geral da ATU, elogiou a Huawei pela sua contribuição para África: “A Huawei transformou a conectividade e deu uma contribuição importante para o continente através dos seus investimentos em infra-estruturas digitais, competências TIC, soluções de conectividade amigas do ambiente e tecnologias de ponta para as zonas rurais. A organização é um parceiro de desenvolvimento de confiança de África. O documento que hoje assinamos tem como objectivo reforçar esta parceria”. Acrescentou: “África tem uma tremenda oportunidade de aproveitar plenamente o potencial das novas tecnologias”.
As duas organizações têm uma longa história de trabalho conjunto e este novo acordo apoiará os países africanos, os reguladores e os cidadãos beneficiarão da transição para uma economia digital, adoptarão novas tecnologias, promoverão redes seguras e resilientes, e adquirirão as competências digitais necessárias para impulsionar as suas economias.


Samuel Chen, Vice-Presidente da região da África Austral de Huawei agradeceu à ATU pela liderança e promoção das TIC em África: “A ATU está a desempenhar um papel crítico na região apoiando os países membros com as suas políticas e estratégias, partilhando as melhores práticas, construindo capacidades e impulsionando a inovação e estamos encantados por poder apoiá-los”. Ele observou: “Ligámos centenas de milhões de africanos a soluções seguras de banda larga de alta velocidade e de nuvem nas últimas duas décadas e ganhámos a confiança e o apoio dos nossos clientes e reguladores; estamos ansiosos por fazer ainda mais”.


De acordo com o Memorando de Entendimento, os parceiros também começarão a oferecer formações de ponta aos membros da ATU, acesso a peritos globais para discutir as últimas tecnologias e tendências, e colaboração na investigação para ajudar ao progresso da digitalização do continente.

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: