Homicidio: Mulher encontrada morta numa das bolanhas de Cadjuto, região de Bafatá

Uma mulher de mais de trinta anos de idade, foi encontrada morta esta sexta-feira, 09 de Abril de 2021, nas bolanhas de tabanca de Cadjuto, região de Bafatá, leste de Guiné-Bissau, apurou o repórter da Rádio Sol Mansi que esteve no local e que a com quem a Cap-GB conversou.

De acordo com o repórter da emissora católica guineense, corpo num estado avançado de decomposição encontrada numa bolanha, a mulher em causa apresentava sinais de ferimentos e nela foi retirada algumas partes dos seus órgãos inclusive, genital.

Numa entrevista ao repórter da Rádio Sol Mansi em Bafatá, o Diretor de Saúde da região, que esteve no local, Armindo Comando Sanhá, para além de lamentar o sucedido, afirmou que os sinais visíveis no corpo da vítima indica que a mesma deve ser alvo de abuso sexual.

“Apesar de termos dificuldade de a identificar na parte facial devido ao avançado estado de decomposição, mas suponho que ela foi alvo de abuso sexual e depois exposta um líquido, no rosto, peito e nos pés.

Ao que todo indica, já passou alguns dias desde que o cadáver se encontra no local, facto que segundo o Diretor de Saúde de Bafatá, dificulta em apurar as causas da morte e na identificação da malograda.

“Se tivesse encontrado mais cedo, seria mais fácil saber da origem da sua morte. Como sabem, o país carece de materiais para fazer autópsia o que também para nós constitui uma das dificuldades”, lamentou.

Em relação ao Secretário de Região de Bafatá, Nelson de Pina, considera o ato de horrível tendo apelado a colaboração da comunidade no sentido de não só encontrar a família da malograda como também o autor do ato que considera de “doloroso”.

“Não temos palavras suficientes para condenar atos deste como esse. Não é normal para um guineense”, deplorou.

Entretanto, o caso já está a ser investigado palas autoridades policiais da região de Bafatá, leste de Guiné-Bissau.

Cortesia RSM

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: