Guiné-Conacri – Duelo Alfa vs Dalein: os desafios de uma eleição nacional de alto risco

CAP-GB Quinta-Feira 15/10/2020

No período que antecedeu as eleições presidenciais de 18 de Outubro, o tom subiu um degrau entre os campos dos dois principais concorrentes, nomeadamente Alpha Condé, o presidente cessante, candidato à sua própria sucessão para um terceiro mandato, e Cellou Dalein Diallo, que está a tentar a sua sorte após dois fracassos anteriores na última etapa do palácio. Neste tumulto eleitoral, as paixões são desencadeadas contra um pano de fundo de violência física e verbal. Onde a razão deve prevalecer através de debates de ideias. Programa contra programa. Enquanto se aguarda o veredicto das urnas, quais são os desafios imediatos que os principais candidatos enfrentam?

Alpha Condé e a promessa de governação inclusiva para os próximos seis anos

Uma coisa comum na política guineense é que poucos líderes têm convicções imutáveis. A capacidade de altos funcionários governamentais e figuras políticas remarem de um lado para o outro como numa competição de natação é confusamente fácil e avassaladora. Assim, aqueles que estão a trabalhar para a reeleição do candidato do Rpg-arc-en-ciel esperam naturalmente ocupar posições políticas, administrativas e económicas mais confortáveis no caso da vitória de Alpha Condé.

Esta expectativa já é conhecida. Mas Alpha Conde parece estar cada vez mais consciente daquilo de que tem sido acusado na sua governação julgada “calamitosa” pelos observadores durante os 10 anos em que esteve à frente do Estado, nomeadamente a aproximação dos seus únicos apoiantes incondicionais e mesmo incompetentes nos serviços altamente técnicos do Estado e o encerramento de portas e janelas a outros guineenses, competentes, o caminho para o progresso profissional.

No seu discurso à nação a 10 de Outubro, disse que se for eleito, governará doravante com todos e para todos. Isto implica um reconhecimento implícito de que a sua governação não tem sido inclusiva ao longo dos últimos 10 anos. Arrependimento tardio para um homem que no entanto jura que durante a sua longa luta política nunca preferiu uma categoria de guineenses a outra.

Contudo, as observações feitas pelo candidato do Rpg-arc-en-ciel falam muito sobre o seu medo de perder os “eleitores árbitros” que não são os seus bastiões tradicionais, por causa do encerramento da sua governação a outros. A sensação para estes eleitores árbitros da Baixa Guiné e da Guiné Florestal de que têm sido utilizados por Alpha Condé é cada vez mais visível.

No seu desejo de traçar uma linha sob este passado, alguns interrogam-se como será capaz de tranquilizar esta categoria de eleitores, a única capaz de balançar os votos para um ou outro campo, no que promete ser uma votação renhida.

Mas também se deve perguntar se os tenores do campo presidencial não veriam, nesta declaração de Alpha Condé, o sinal antes do seu próximo posto de lado por um presidente que deseja dar a partir de agora, a imagem de um coleccionador no momento em que o fim natural da sua longa carreira política começa a tocar o sino.

Mesmo que não haja nada que sugira um tal cenário. Será que Alpha Condé, que não foi capaz de rectificar a situação durante estes dez anos de reinado, manchado pela impunidade e pelo favoritismo, vai finalmente mudar? Nada é menos certo.

Oportunidades e novos desafios para Cellou Dalein Diallo

Nos últimos dez anos, tem sido o único adversário constante de Alpha Condé, capaz de drenar atrás de si uma multidão compacta totalmente empenhada na sua causa. Neste, o antigo primeiro-ministro representa o peso pesado da oposição, Sidya Touré e Lansana Kouyaté tendo aceite um momento para namoriscar com Alpha Condé, o primeiro após a reeleição de Condé em 2015 e o segundo durante a sua primeira eleição em 2010. Com a retirada destas duas personalidades da corrida presidencial, é bem possível que mesmo sem instruções de voto da sua parte, os seus apoiantes, por preocupação de infligir uma sanção ao Presidente Condé, votem esmagadoramente a favor de Dalein. Isto faz lembrar o voto dos Socialistas para Jacques Chirac em 2002 na segunda volta, após a eliminação de Lionel Jospin, o candidato socialista na primeira volta, com o único objectivo de bloquear o caminho a Jean Marie Le Pen da Frente Nacional, que tinha acabado de desclassificar o Partido Socialista na primeira volta por uma pontuação histórica. Com a inesperada queda de Lionel Jospin. Estes últimos nunca recuperaram deste fracasso. Tendo pendurado as suas botas, para dar lugar à jovem guarda do partido.

Pode a Dalein beneficiar de um efeito semelhante contra a Condé?

A questão permanece sem resposta. Uma coisa é certa, contudo, se Cellou se tornar presidente, muitos desafios o esperam e ele deve fazer com que qualquer ideia de vingança, tão apresentada pelos seus adversários como um dos seus pontos fracos, se dissipe por sua conta no quadro de uma presidência responsável, acima da briga.

Um dos seus desafios imediatos será reparar o tecido social através de uma governação inclusiva e pôr o país a trabalhar. Um produto da escola guineense e da sua administração, a valorização das suas experiências deveria permitir-lhe aceitar este desafio.

Outro desafio prioritário será reconciliar os guineenses entre si através de uma justiça equitativa e não-preferencial. Esta é uma aposta que o presidente perdeu nos seus dois últimos mandatos, apesar das recomendações pertinentes da comissão provisória de reflexão sobre a reconciliação nacional que tinha criado, e que era composta por líderes religiosos!

De ambos os lados, os candidatos não vão às eleições de mãos vazias e todos estão a contar com as suas hipóteses. Mas apenas a realização de uma eleição exemplar na sua transparência é ainda aguardada para se saber quem será o próximo presidente da Guiné.

Guiné-news

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x