Guiné-Bissau pretende recuperar fundos inutilizados no ‘Projeto Do Fundo Das Nações Unidas Para Consolidação Da Paz No País’

DE: Lijunira L. Nancassa

Comité de pilotagem conjunto do fundo das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau realizou hoje 08 de Junho de 2021, reunião sobre reativação do comité de pilotagem conjunto.

A cerimónia de abertura foi presidida pela ministra de Estado dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e das Comunidades.

No ato da abertura, a Ministra de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Suzi Carla Barbosa, assegurou que, durante muito tempo fundo só conseguiu utilizar metade do valor de projeto divido a instabilidade governativa não utilizaram valor na integra, objetivo de hoje é reativar comité de pilotagem conjunto para utilizar a 100% o fundo para apoiar projetos interno do desenvolvimento identificados pelo governo da Guiné-Bissau de acordo com as necessidades e prioridades.

A governante realçou as áreas prioritárias a serem implementadas tais fundos que são, Juventude, Mulheres e Crianças, zonas rurais.

Esta reunião trata-se da estratégia de cooperação conjunta para encontrar mecanismos de consolidação da Paz na Guiné-Bissau, de realçar a participação dos parceiros multilaterais regionais e sob regionais em solicitar uma mobilização conjunta na coordenação do fundo.

O Coordenador do sistema das Nações Unidas residente na Guiné-Bissau, Mamadou Diallo, disse que em 2007 foi criado a comissão de comité de pilotagem conjunto do fundo para consolidação da Paz, que foi orçado mais de 46 milhões de franco cfa, e durante 14 anos desse projeto apenas metade desse valor foi utilizado por múltiplas razões relacionadas nomeadamente golpe de estado de 2012 e a instabilidade no país que seguiu.

Mamadou Diallo afirmou que, o objetivo de relançamento desse projeto é para reclamar o fundo e voltar na liderança do processo de consolidação da paz na Guiné-Bissau, e disse que se o projeto tivesse sido bem executado pelo governo o restante do fundo não estaria na fase de recuperação hoje.

Pois, Desde a entrada em função de atual governo perceberam que é chegado momento para a Guiné-Bissau reclamar projeto do fundo para consolidação da Paz, “ninguém critica a si mesmo mais têm de ser honesto e mostrar onde está o problema”. afirmou

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: