Guiné-Bissau e Etiópia lançam bases para cooperação em domínio da agricultura

A intenção foi manifestada esta quarta-feira, 20 de Abril de 2022, pelo embaixador daquele país na Guiné-Bissau, num encontro com o Ministro de Estado de Agricultura e Desenvolvimento Rural, horas depois da entrega das cartas credenciais ao presidente da república.

MELAKU LEGESSE informou que a Etiópia é um país agrícola a par da Guiné-Bissau, o que demonstra a necessidade de parceria entre os dois Estados neste domínio.

“O nosso maior produto de exportação é o Café, a maioria dos agricultores estão concentrados na produção deste produto” explicou o embaixador da Etiópia na Guiné-Bissau com residência em Dakar, Senegal.

O diplomata destacou também a área da pecuária como um dos setores com grande produtividade no seu país.Por seu turno o Ministro de Estado de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Marciano Silva Barbeiro, agradeceu a disponibilidade e a prontidão de MELAKU LEGESSE.

Silva Barbeiro reconhece as potencialidades agrícolas do país, tendo informado ao embaixador da Etiópia que a Guiné-Bissau é um país essencialmente agrícola.

“Apesar das dificuldades que enfrentamos, e com fracos investimentos nesta área, a agricultura continua a ser o setor mais importante no desenvolvimento do país, aliás a Guiné-Bissau é um país essencialmente agrícola” informou o titular da pasta de agricultura.

Marciano Silva Barbeiro lamentou o fracasso que está a ser registado neste importante setor que suporta as exportações do país, lembrando as variedades antes exportadas (arroz, algodão, batata doce…) numa nação que agora está concentrada no escoamento da castanha de caju para o exterior.

Os dois interlocutores concordaram, futuramente, na implementação da iniciativa de “troca de experiencias” entre os agricultores dos dois países (Etiópia e Guiné-Bissau).Os dados disponíveis indicam que a Guiné-Bissau importa anualmente 110 mil toneladas de arroz e estima-se que cada guineense consome 130 kg de arroz por ano.

fonte: gabinete de comunicação do ministério

Autor: CAP-GB

Partilhe este artigo

cap gb o amanha começa aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante: