Governo exige da Lusa reposição imediata da verdade noticiosa

Por: Martinho Mendes

Governo liderado por Nuno Gomes Nabiam, considera de um atentado contra a Guiné-Bissau o artigo da “LUSA” intitulado Guiné-Bissau, o chefe de Estado Maior, denúncia mobilização para golpe de Estado.

Em comunicado à imprensa lida pelo porta-voz do governo, Fernando Vaz esta sexta-feira 15/10 governante informou que, o artigo da Lusa intitulado Guiné Bissau, o chefe de Estado Maior, denuncia mobilização para o golpe de Estado, representa o pior que um profissional da comunicação poderia fazer, porquanto é falta de rigor, exatidão, falta de comprovação dos factos e ausência de uma interpretação honesta da realidade, constituindo assim uma clara violação do código deontológico dos jornalistas e um atentado contra Guiné-Bissau.

Já começa a ficar cansativo termos que repetidamente desmentir falsidades e para que não sejamos dominados pela pós verdade pelos factos alternativos e para que a repetição da mentira não cria impressão de que ela se tornou verdade, somos obrigados a repor publicamente a verdade dos factos”.

FV

Vaz considera ainda de muito triste o ponto em que chegamos, em que os órgãos de comunicação portugueses sistematicamente têm levantado insinuações “suspeições, reinterpretando, declarações de altos dignatários Guineenses, usando a mentira, e inverdades” que colocam em causa o bom nome desses dignatários do estado e do país e, consequentemente, as suas reputações.

De acordo com o porta-voz, que se passou ontem na celebração do dia da Polícia Militar, na intervenção do General Biague Na N’ Tam no seu característico estilo pedagogo, é que nos habituou exortou os jovens militares usando metáforas para que se distanciassem qualquer tentativa do golpe estado, facto que marcou e caracterizou o passado dos nossos militares. Não pode Lusa maliciosamente servir-se dessas metáforas para produzir títulos e conteúdos noticiosos bombásticos, visando interesse alheios da Guiné e do seu povo.

“Queremos aqui repudiar esclarecer a opinião pública em geral que o chefe Estado maior não denunciou nenhuma mobilização para o golpe de estado porquanto na Guiné-Bissau, não há nenhum golpe de Estado em preparação. Desmentimos categoricamente esta notícia maliciosa posta circular no mundo pela Lusa Agência de Notícias Portuguesa” disse.

A Guiné-Bissau caminha para um decénio da vida política em paz e tranquilidade sem golpe de Estado, esta é uma realidade insofismável para os que prognosticaram o pior para este país.

Por fim o governante incita lusa aceitar o direito à verdade consagrado no direito a informação determina e exigir também de Lusa reposição imediata da verdade noticiosa,

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x