FRANCELINO CUNHA VISITA CENTRO CULTURAL JOSÉ CARLOS SEHWARZ E ESTÚDIO COBIANA RECORD.

O Secretário de Estado da Cultura efetuou este sábado 03 de Outubro de 2020, uma visita de trabalho ao estúdio de gravação musical Cobiana Record cito no bairro ajuda em Bissau e o Centro Cultural José Carlos Sehwarz em Bôr, também arredores de Bissau.  

O objectivo da visita nesta primeira fase é identificar e conhecer as dificuldades e o potencial dos parceiros da Secretaria e tomar nota das mesmas.

Depois de ter percorrido todas as dependências do Estúdio Cobiana Record e o Centro Cultural José Carlos Sehwarz e ouvido as dificuldades com que deparam, Francelino Cunha sublinhou que a visita tem como finalidade conhecer de perto os centros e informa-los que já estão no plano anual de actividades da sua tutela.

Para Francelino Cunha os mesmos são parceiros que têm contribuído fortemente no processo de formação emancipação da cultura guineense. Considerando de ” notável ” os seus trabalhos, sobretudo, na redução dos custos dos músicos guineenses que outrora procuram estúdios internacionais para gravar os seus discos.    

Entretanto, o proprietário do estúdio Cobiana Record Zé Manuel Forts, para além de manifestar a sua satisfação pela visita, sustentou que as autoridades nacionais têm que estar sempre ao lado dos agentes da cultura uma vez que, ” a música é um instrumento da divulgação da cultura de um país,” daí que, apela na necessidade de formar a nova geração dos proprietários dos estúdios. 

O veterano da música moderna guineense considerou ainda que a Cultura, Turismo e Comunicação Social são ” indissociáveis ” no desenvolvimento da arte  um país.  

Já o centro Cultural José Carlos Sehwarz em Bôr, arredores de Bissau, cuja inauguração foi no ano 1014 é o primeiro centro da iniciativa privava, com intitulo de honrar o pioneiro da música moderna guineense e engrandecer e divulgar a cultura do país.

Aos jornalistas, Edissom Gomes Ferreira diz esperar que com a visita do Secretário de Estado da Cultura haverá mudanças tendo em conta as limitações de com que depara o centro no diz respeito a melhoria qualidade de som, reforço de instrumento e subsidio para suportar os professores.

De acordo com Edissom Gomes Ferreira a maioria dos estudantes do centro são bolseiros oriundos de missões evangélicas, católicas e jovens de diferentes bairros de Bissau e de região de Biombo. 

Saliente-se que o Estúdio Cobiana Record, cujo proprietário é Zé Manuel Forts foi fundado no ano 2001 em Califórnia Estados Unidos de América e orçado em cerda de 200 mil dólares Americanos iniciou os seus trabalhos no país em 2010.

O centro Cultural José Carlos Sehwarz orçado em cerca de 70 milhões de francos cfa e é multifuncional dispondo de Centro de Formação e de Gravação Musical e um Salão de Espetáculo com a capacidade de albergar cerca de 300 pessoas.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x