Ficha técnica: Cultivo da cebola, um sector com futuro

A cebola é uma planta cujos frutos, chamados bolbos, são colhidos do solo. Pertence à família Liliaceae, o seu nome científico é Allium cepa.

A cebola é cultivada principalmente para a produção de um bolbo seco para consumo humano. O bolbo inteiro é utilizado fresco, logo após a colheita ou após alguns meses de conservação, como condimento e para a confecção de molhos. É consumido cru em saladas ou cozido em mistura com outros legumes. São utilizadas outras partes da planta: as folhas, colhidas em verde, frescas ou secas, e as lamparinas florais antes da floração do umbigo.

Cultura da cebola na Guine bissau

Na Guine Bissau, a cultura da cebola nao é assim bastante popular entre os agricultores, uma pratica quase amadora e de consumo familiar porém com mercado enormessimo.

Técnicas de cultivo da cebola

Para ter sucesso no cultivo da cebola, eis uma ficha técnica que o ajudará a começar nesta especulação.

  1. Preparação do solo

Iniciar a preparação do solo aproximadamente 1 mês antes da data prevista para a colocação final. As operações são as seguintes:

Limpeza e limpeza: limpar o local, empilhar e queimar ramos localmente;

Lavoura: lavrar formando cristas ou tábuas e assegurando que a profundidade ou altura da lavoura das tábuas seja de aproximadamente 15-30 cm. Se o solo for demasiado compactado, o bolbo formará mal. Se o solo estiver demasiado húmido, pode provocar o apodrecimento do bolbo.

  1. As plântulas

Há três maneiras de semear cebolas:

Sementeira directa, que se realiza de Novembro a meados de Dezembro: rendimento ligeiramente inferior;

Sementeira de berçário, Novembro a Dezembro: rendimentos médios;

Sementeira de bolhas: rendimentos mais elevados, mas com mais limitações, porque as bolhas (cebolas pequenas) são primeiro colhidas, armazenadas e depois replantadas.

NB: evitar o cultivo de cebolas numa parcela que acabou de receber cebolas. O melhor precedente cultural é um cereal.

Algumas variedades de cebola disponíveis

A variedade CEBOLAS noflaye dá um rendimento de cerca de 40 a 60 toneladas. Tem uma cor púrpura muito homogénea. O diâmetro varia entre 5 e 8 cm. Pode ser armazenado durante 3 a 6 meses. É resistente à doença chamada “Pink Roots”;

Existem outras variedades: Galmi roxo, Grano texano, crioulo vermelho, etc.

  1. Berçário

As plantas que passam pelo viveiro amadurecem ligeiramente mais cedo do que as que são colocadas directamente. As operações a realizar aquando da criação do berçário são :

Fazer caixas com uma largura entre 1,2 e 1,5 m. Esta largura é de 2,5 m e a altura de 10 a 15 cm;

Fornecimento de estrume bem decomposto (estrume de caprino, ovino ou bovino) ao qual são adicionados 2 kg/are (100 m2 ou 10 m x 10 m) de fertilizante 20-10-10.

A sementeira no berçário deve ter lugar em Outubro-Dezembro. A estadia no berçário é de 4-6 semanas. A sementeira no viveiro é feita ou no ar ou em filas. Se a sementeira for feita em filas (o que é preferível), semear em micro-circuncursos paralelos, separados por 5 cm, feitos com uma vara do tamanho de uma bic, e a uma profundidade de 1 cm. Cobrir com areia ou terra fina e embalar com firmeza.

Água uma vez por dia.

São necessários cerca de 5 g de sementes para uma área de 1m2. No entanto, é necessária uma superfície de viveiro de 100 m2 para semear 1 ha de cebolas, ou seja, 500g de sementes na origem.

Cinco semanas mais tarde, os bulbos estarão prontos para serem transplantados para o campo. A quantidade de bolhas necessárias para 1 ha de cebolas é de 3 a 5 kg.

Evitar viveiros demasiado densos, desbastando no momento da emergência para permitir que as plantas sejam vigorosas.

  1. 4. Reproduzindo

Transplantar após cerca de um mês no viveiro, quando a planta já tem 10 a 15 cm de altura. Na estação seca, transplante entre Outubro e Novembro, para que a cultura possa ser colhida antes do final da estação seca.

A cebola da época seca é cultivada entre Outubro e Abril. Esta época estende-se por 7 meses e durante este período o agricultor só pode cultivar a cebola uma vez na mesma terra. Cabe a ele definir o seu ciclo de acordo com a sua conveniência.

Para transplantar:

Regar abundantemente os tabuleiros antes de proceder à extracção das plantas;

Evite partir as folhas ou esmagar as plantas;

Depois exponha as plantas ao sol durante algum tempo;

No caso de o viveiro se encontrar longe do campo, dispor as plantas numa caixa de cartão e cobri-las com um saco de juta húmida;

Por vezes é necessário regar os tabuleiros do viveiro antes de desenraizar as plantas;

A sombra é necessária para reduzir a evapotranspiração das plantas jovens (perda de água durante as horas quentes). Eliminar gradualmente o sombreado 10 a 14 dias após a sementeira.

Qual é a densidade de sementeira?

500.000 a 700.000 plântulas/ha. Esta densidade é obtida com os seguintes espaçamentos :

Linhas duplas com 15 cm de distância nas cristas;

Espaçamento entre 2 plantas: 10 cm;

Pontes espaçadas 40 cm entre si

Para a sementeira directa no terreno, deve ser feita em Novembro a meados de Dezembro.

Duração do ciclo: o ciclo vegetativo varia de 3 meses a 3 meses e meio após a transplantação, ou seja, 4 meses e meio a 5 meses desde o viveiro até à colheita. Durante a estação seca, que decorre de Outubro a Maio nas zonas do Sahel, o agricultor pode cultivar uma única cultura, espalhando o seu ciclo ao longo de 4 a 5 meses. Também é possível uma colheita em época de chuva.

  1. Entrevista

Irrigar uma vez por semana, se houver necessidade de abastecimento de água. Por vezes, é preferível irrigar de quatro em quatro dias;

Erva daninha sempre que necessário, porque a folhagem da cebola não cobre bem o solo. Tenha cuidado para evitar ferir as lâmpadas durante a monda. (Para controlo químico de ervas daninhas, utilizar Ronstar à taxa de 3L/ha;

Parar a irrigação ou rega cerca de 80 a 90 dias após o transplante, ou 115 a 120 dias após a sementeira directa.

  1. Fertilização

Acima de tudo, é necessária uma aplicação de 20.10.10 ou 22.10.15 a uma taxa de 200 kg/ha antes de as lâmpadas começarem a formar-se. A adição de ureia aumenta os rendimentos, mas os bolbos produzidos não se mantêm por muito tempo.

  1. 7) Protecção fitossanitária

Em caso de ataque de fungos, as folhas apresentam manchas brancas ou amarelas. Tratar com Maneb (uma colher de sopa em um pulverizador de 15l).

Se as moscas e outros insectos atacarem, as suas picadas ou manchas nas folhas são perceptíveis. Utilizar insecticidas como o Karate, Cypercal 50, Dursban.

Em todos os casos, certifique-se primeiro de que o viveiro foi bem protegido contra as doenças.

  1. Colheita

Colheita entre 3 a 3,5 meses após a transplantação, quando as folhas ficam amarelas ou quando as folhas se enrolam na coroa. A rega deve ser interrompida cerca de 10 a 15 dias antes da colheita.

Como se procede à colheita?

Levantar o bulbo do solo;

Depois de saírem do chão, deixar secar os bolbos;

Cortar as folhas a 2 cm acima do bulbo;

Manter as lâmpadas num local arejado;

Não ferir o bulbo, evitar fazer grandes pilhas (risco de choques);

Não cobrir as estacas;

Armazenar debaixo de uma árvore ou debaixo de um barracão.

Quais são os retornos?

10 a 20 t em média por hectare nas zonas agrícolas. Estes rendimentos podem atingir 40 a 70 t/ha em boas condições de crescimento e com melhores variedades.

  1. Conservação

A conservação das cebolas coloca enormes problemas.

  • As cebolas podem ser armazenadas numa sala seca, arejada e em camadas. É necessário fazer passagens regulares para eliminar bolbos podres ou deteriorados;
  • O prazo de validade varia entre 4 e 8 meses, dependendo da variedade. Na conservação artesanal, pode-se chegar a 5 a 6 meses;
  • Algumas variedades como o Noflaye (vendido em Socassem) duram mais tempo.
Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x