FEC: cultura no centro das relações internacionais “Cultura i nô balur”

Fundação Fé e cooperação (FEC) e a Universidade Católica da Guiné-Bissau promovem durante quatro dias o Seminário Internacional de Educação e Cultura.

Iniciou hoje 18 / 11/ 2020 com a duração de quatro dias na Universidade Católica da Guiné o Seminário Internacional de Educação e Cultura, promovida no âmbito do projeto “Cultura i nô balur” uma estratégia da educação para a cultura guineense.

No ato a Reitora da Universidade Católica Zaida Pereira disse que, o projeto conseguiu dinamizar e sustentar os estudos de investigação na área da educação, onde considerou a entrega diplomas aos estudantes que terminaram o mestrado como resultado mais visível do projeto.

A representante da FEC na Guiné-Bissau Carla Pinto considera que, a Cultura e a educação são fatores importantes no desenvolvimento de qualquer país, por isso a Cultura e educação merecem os apoios técnico e materiais para desenvolver as sua atividade.

Entretanto Embaixadora da União Europeia na Guiné-Bissau Sónia Neto disse que, a iniciativa insere-se numa área de trabalho de maior importância para União Europeia e da promoção da cultura e em particular como vetor de crescimento socioeconômico e como vetor para a paz.

“Em 2016 UE lançou as estratégias para relações culturais internacionais colocando a cultura no centro das relações internacionais incentivando assim a cooperação cultural dos países parceiros onde a Guiné-Bissau faz parte para promover uma ordem mundial na promoção da paz, na compreensão mútua e no respeito pelos valores fundamentais do Homem”, lembrou.

Aida embaixadora, considera que a cultura é um instrumento poderoso para estabelecer pontes entre as pessoas nomeadamente os jovens e reforçar a compreensão mútua e o desenvolvimento económico e social.

A UE vai continuar apoiar a Guiné-Bissau na área do artesanato, da literatura, da música, o patrimônio cultural entre outros visando a estruturação de projetos e com componente formativo humanas e sociais ao nível nacional e regional, salientou.

De salientar que o evento divide-se entre dois dias de atividades na Universidade Católica da Guiné-Bissau e dois dias de ciclos de conversas online com a participação de elementos ativos da educação e Cultura guineense e de outros países, como São Tomé e Príncipe, Moçambique, Angola, Cabo-verde, e Portugal promovendo desta forma a educação e a cultura no contexto da lusofonia, com o objetivo de ser um espaço de reflexão e de troca de experiências sobre os temas como, artesanato, cultura, educação e cidadania.

Comentarios
estámos no facebook

cap gb o amanha começa aqui

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva email noticias cap-gb

capgb info email seja assinante:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ligue-nos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x